12 de junho é Dia dos Namorados, é também data religiosa que homenageia Santo Antônio,  mas a data é também de luta pois marca o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, quando será realizada uma panfletagem na Praça do Derby (pelo Fórum de Erradicação e Prevenção do Trabalha Infantil). A Superintendência Regional do Trabalho de Pernambuco (SRT/PE) iniciou nesta segunda (5) a Campanha Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil.

Os servidores já aderiram e quem passar pela instituição, que fica no Espinheiro (Agamenon Magalhães, 2000), no começo desse mês, receberá material informativo sobre o tema com orientações a cerca dos malefícios do trabalho infantil.  O objetivo é chamar a atenção da sociedade para os altos índices do trabalho infantil no Nordeste, promovendo, desta forma, a sensibilização com relação aos malefícios do trabalho precoce e a participação de todos os segmentos da sociedade na luta contra o trabalho infantil.

Fotos:  Divulgação/Superintendência Regional do Trabalho de Pernambuco

Para o superintendente de Pernambuco, Geovane Freitas o aumento do desemprego tem reflexo imediato no trabalho infantil. “Muitas vezes as crianças entram no mundo do trabalho como complementação da renda familiar, sujeitas à uma jornada de trabalho exaustiva, evasão escolar e até captação para o tráfico e prostituição. Queremos que essa campanha alcance uma maior número de pessoas e que possa contribuir para uma mudança de cultura, quebrando os mitos sobre o trabalho de crianças e adolescentes”, enfatizou.

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD 2015) 3,3 milhões de pequenos brasileiros estão no trabalho infantil. Em Pernambuco existem 109 mil crianças e adolescentes nesta situação. Na Região Metropolitana do Recife as crianças que trabalham estão principalmente no comércio ambulante, nas feiras livres, nas borracharias e em pequenos estabelecimentos.