Uma bicicleta verde repleta de plantas vem captando a atenção de quem circula ali pelo cruzamento da Rua Amélia com a Conselheiro Rosa e Silva. Desde que Júlio José Silvestre, mais conhecido como Seu Silvestre, chegou por ali, há cerca de 15 dias, aquela esquina ficou mais charmosa, ornamentada com suas plantas e as orquídeas que ele pendura numa árvore transformada numa graciosa vitrine para o seu negócio.

Quer montar uma hortinha em casa? Pois bem! Babosa (aloe vera), hortelã, cebolinha, vários tipos de manjericão, erva cidreira, alecrim e o raro xambá. O forte de Seu Silvestre são as ervas, que ele planta no jardim e em uma área que ele alugou especificamente para o cultivo das plantas atrás da sua casa, que fica no bairro de Água Fria.

Cleisson, sua barraca de frutas e 15 anos de história no Espinheiro

Tem babosa, manjericão, hortelã, cebolinha… (Foto: Mariana Fontes)

A bike de Seu Silvestre não é novidade, mas ganhou mais visibilidade desde que ele aportou no novo ponto. “Eu costumava ficar no Mercado da Encruzilhada e próximo ao Bradesco da Rua da Hora, mas quando houve a greve dos caminhoneiros, o movimento nesses lugares caiu muito, aí vim pra cá. Resolvi ficar porque aqui as vendas estão melhores”, explica ele, que durante a tarde circula na Zona Norte vendendo munguzá.

Natural de Carpina, de onde saiu aos 15 anos rumo ao Recife, foi a infância dedicada à agricultura que o inspirou a investir nas plantas. “No início, quando cheguei no Recife, eu trabalhava apenas vendendo lanches, mas comecei a ver que que o pessoal que vendia plantas se dava bem, e muitas vezes nem sabia lidar com as plantas”, diz.

Foi aí que ele resolveu apostar na sua habilidade. Além de plantar e vender as plantas, seu José também produz os vasos de coco indicados para o cultivo de orquídeas e, em breve, vai começar a produzir vasinhos de PVC também. “Tive um sonho com esses vasos de PVC e decidi que vou fazê-los”, conta.

Ele produz os vasinhos de coco ideais para orquídeas (Foto: Mariana Fontes)

E quem nunca passou pela situação de comprar uma plantinha e ela rapidamente acabar morrendo? No que depende de Seu Silvestre, isso não acontece com seus clientes. “Se o cliente precisar, pode ligar para mim que eu oriento como fazer para cuidar da planta. Todas as plantas que eu vendo aqui não têm segredo: elas só precisam de sol e água”, diz.

As plantinhas de Seu José custam entre R$ 5 e R$ 50 (as orquídeas) e ele fica por lá das 9h às 13h30. Se o cliente estiver em busca de alguma planta específica, também pode entrar em contato que ele providencia.

?Seu Silvestre
?Esquina da Rua Amélia com a Conselheiro Rosa e Silva (na calçada da Extrafarma)
?Vai de zap ?? (081) 99868-8671 (Seu Silvestre)