A Maumau Galeria realiza mais uma edição do Cinecão, na próxima quinta-feira (25), a partir das 19h. A noite terá como uma de suas atrações o lançamento do livro Ressaca Tropical (Ubu Editora, 2016), de Jonathas de Andrade, e exibição do mais recente filme do artista, O Peixe, que teve sua estreia no ano passado, na 32ª Bienal de São Paulo. 

A publicação foi considerada pela Revista Zum, do Instituto Moreira Salles, um dos dez melhores livros de fotografia publicados em 2016. Além do livro e do filme, o hotsite do projeto também será lançado na mesma noite. 

Antes de virar livro, o Ressaca Tropical nasceu como uma fotoinstalação, composta por 240 peças apresentadas em conjunto com fragmentos de um diário supostamente encontrado no lixo por Jonathas.

Vídeo: Trecho do vídeo O Peixe

Filmado em 16 mm, com um grupo de pescadores de Piaçabuçu e Coruripe, na foz do Rio São Francisco, entre Alagoas e Sergipe, a obra passeia na fronteira entre ficção e realidade, onde o artista propõe um ritual fictício, no qual homens abraçam suas presas acalmando e acompanhando-as na passagem para a morte. 

O filme já foi mostrado em exposições internacionais, como no New Museum, em Nova Iorque, na Bienal de Sharjah e no Power Plant, em Toronto. 

“O filme fala um pouco da relação do povo com a ancestralidade e com a tradição, mas também sobre a relação entre a dominação, o alimento, a natureza e sobre como isso é naturalizado, mas também bastante violento”, explica Jonathas. 

“Para mim, fazer uma exibição desse filme no mesmo dia em que lanço o Ressaca Tropical é um grande prazer. São dois projetos que eu acho que conversam de uma maneira interessante sobre o Nordeste. É uma felicidade enorme mostrar O Peixe e o Ressaca Tropical em Recife”, conclui o artista.

Cinecão – Em seu quarto ano, o Cinecão vem tentando ampliar as formas de seleção dos trabalhos a cada edição. Dentre as estratégias utilizadas, estão as ações formativas. Iniciado em abril, o laboratório de perfomance “Do Corpo ao Espaço”, facilitado pela artista Luciana Freire D'Anunciação, vai mostrar, nessa edição, os processos iniciados pelos alunos do workshop.

Do doméstico ao espetacular, da experiência pessoal ao imaginário ancestral, do ato político ao universo fantástico, os participantes do lab de performance dividem com o público, durante o Cinecão, o resultado de seus processos ao longo das últimas quatro semanas de investigação. 

Cada um, seguindo seus desejos artísticos particulares, irão se utilizar de ações, gestos e materiais para criar relações com seus respectivos espaços instalativos e com público. O ambiente sonoro está sendo assinado por Simone Jubert, e as bebidas geladas ficam por conta do Bar Primeiramente, Diretas Já!.  A coordenação e comunicação do evento é da artista Lia Letícia.


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o app e convidar os vizinhos: Android e iOS

Sugestões e colaborações: aflitos.espinheiro@poraqui.news e (81) 98173-9108 (WhatsApp)