Neste domingo (28 de maio), a partir das 15h, no Armazém Centenário, o músico Jr. Black se apresenta com um repertório repleto de loas, sambinhas e música que ele tem trabalhado nos últimos tempos para arrecadar alimentos para o “Obra de Maria”, em Olinda. A entrada é apenas um quilo de alimento não perecível.

Natural de Garanhuns, Jr. Black lançou seu primeiro álbum solo em 2011 (RGB, pelo selo Joinha Records). Além de ajudar o projeto religioso e social, é oportunidade para conhecer também o novo som do músico, que começou a carreira em 2001 como vocalista da banda recifense Negroove.

O Armazém Centenário tem quase um século de funcionamento na esquina das Ruas Barão de Itamaracá e Conselheiro Portela (Espinheiro). Originalmente era um “secos e molhados”, aquela tradicional loja que vendia bebidas, comidas e quase tudo que se precisa numa casa.

O local passou décadas sendo conhecido como Balcão Centenário, mas voltou ao nome original quando passou a ter como um dos sócios o chef Gilberto Lins (Giba).

Para quem quiser chegar mais cedo, além do prédio antigo, o melhor do Centenário é mesmo a comida que sai dos fogões de Giba, cozinheiro formado pela tradicional faculdade de gastronomia de Águas de São Pedro (São Paulo).

Ele serve almoço nas sextas, nos sábados e domingos, sempre com um cardápio fixo e três opções que variam. Neste fim de semana, as opções são: cupim com polenta (com molho de cerveja e salada de rúcula), peixe com purê de jerimum e arroz de alho poró e filé acompanhado de espaguete com peperoni e muçarela.