Você pode até se hospedar no Espinheiro, se quiser visitar a cidade de Évora, na região portuguesa do Alentejo, mas não vai ser barato. Considerado pela Unesco um Patrimônio Cultural da Humanidade, o prédio do antigo Convento de Nossa Senhora do Espinheiro hoje é um hotel de luxo.

A origem do Convento do Espinheiro de Portugal está ligada a uma lenda que relata a aparição da Virgem Maria sobre um espinheiro por volta de 1400 DC. Em 1412, foi erguida uma capela em honra a Nossa Senhora.

Com o crescimento da importância do local como ponto de peregrinação, no ano de 1458 (reinado de D. Afonso V), foram fundados a igreja e o convento povoado por monges da Ordem de São Jerônimo. O convento recebia visitas constantes de reis e figuras importantes daquela época.

Fotos: Divulgação/Convento do Espinheiro

O advogado português Ricardo Rodrigues tem escritório no Espinheiro recifense. Ele conta que, apesar de ser bastante conhecido e da bela construção, o convento hoje não é um lugar muito visitado por turistas (exceto os que vão efetivamente se hospedar lá).

Nome do bairro

Apesar de muitos portugueses terem morado e trabalhado no Espinheiro, a origem do nome do bairro aparentemente não tem relação com o antigo convento português. A versão mais conhecida é que havia, no fim de onde hoje fica a Avenida (então estrada) João de Barros, um local chamado Beco do Espinheiro. Antes disso, o que é um estruturado bairro atualmente era chamado de Matinha.

Você conhece mais histórias sobre o Espinheiro? Compartilha com o bairro!