Não é nenhuma novidade que os idosos tendem a cair mais que os jovens e que as quedas são fatores que levam a muitas complicações de saúde e até à morte na terceira idade. O que muitos não sabem é que a fisioterapia preventiva vem surgindo nos últimos anos como um grande aliado para as pessoas desta faixa etária, fortalecendo a musculatura e exercitando o equilíbrio. Em Aldeia o serviço já está disponível e, o melhor, vai até a casa do paciente.

Shirlene Jalfim é a fisioterapeuta que há mais tempo vem se dedicando ao trabalho preventivo com idosos em Aldeia. Há cerca de dez anos ela é chamada, em geral por familiares de idosos, para atender em domicílio. “É muito comum que o idoso tenha problema de mobilidade e o familiar tenha dificuldade de levá-lo e trazê-lo, por isso é mais cômodo que eu vá até eles”, diz.

Bola suíça
A fisioterapeuta leva material de apoio, como bolas suíças

Duas ou três vezes na semana ela chega com seus equipamentos (bolas suíças, aquela de pilates, e overball, aquela pequenininha para apertar com as mãos –, faixa elástica, caneleira, pesos e às vezes aparelhos respiratórios) e trabalha com o paciente de acordo com a necessidade dele.

“Uma outra vantagem do atendimento em casa é que é um trabalho mais focado, individualizado, planejado em cima de uma avaliação feita previamente”, explica a fisioterapeuta.

Segundo Shirlene, os exercícios voltados para os idosos incluem alongamento, fortalecimento e treinamento para o equilíbrio e a caminhada. Quando há piscina na casa e o paciente deseja, ela também realiza atividades de hidroterapia. A fisioterapeuta diz que muitas vezes o idoso se sente mais seguro e tem maior amplitude e liberdade de movimento dentro da água. “Na água ele faz movimentos que certamente não conseguiria fazer fora”.

Respiron
Aparelhos que fortalecem a respiração também são usados durante as sessões

A média de idade que Shirlene atende, em Aldeia, é de 75 a 85 anos, e alguns pacientes têm Parkinson ou Alzeheimer. As particularidades de cada um são avaliadas e as sessões de fisioterapia funcionam muitas vezes como a única atividade física que aquelas pessoas fazem, por isso são tão importantes também para a saúde geral delas.

O atendimento do fisioterapeuta inclui ainda uma análise do ambiente em que o idoso vive, na qual são identificados potenciais objetos que os coloquem em risco, como tapetes ou batentes com pouca visibilidade. “Nossa função é tentar evitar que o idoso se envolva em acidentes domésticos, por isso precisamos estar também alertas a esses detalhes e chamar a atenção dos familiares”, conclui Shirlene.

Shirlene Jalfim – (81) 9 8896 1512