Embora seja um local procurado majoritariamente por pessoas que buscam maior qualidade de vida, Aldeia ainda carecia de um espaço aberto para a venda de alimentos saudáveis. No último domingo, enfim, um grupo de comerciantes se mobilizou e aconteceu a primeira edição da Feira Livre de Aldeia de Produtos Orgânicos. Pelo entusiasmo dos que visitaram o espaço, apesar do clima chuvoso, a sensação que se tinha é de que a feirinha veio para ficar.

Kuru
Kuru, da Aldeia do Mel, que idealizou a feira, considerou muito boa a receptividade do público

“Estamos muito animados. Vamos começar com uma frequência quinzenal, mas o objetivo é chegarmos a um calendário semanal”, diz o apicultor Elenilson Soares, conhecido como Kuru, organizador do evento.

Morador de Aldeia há 10 anos, Kuru é fotógrafo e criador da marca Aldeia do Mel. Ele lembra que sempre quis movimentar o bairro e há tempos pensava em organizar um espaço para venda de produtos naturais. Depois de conversar com produtores que expõem nas feirinhas do Recife e com Teresa Mojica, dona da loja Salud (Estrada de Aldeia, km 10), conseguiu finalmente organizar a Feira de Orgânicos de Aldeia.

“Convidamos a dedo as empresas para esta primeira edição e conseguimos trazer nomes já conhecidos dos apreciadores da alimentação saudável”, explica Kuru. Entre os expositores estiveram Gira Lume (queijos vegetais e brotos), Sabores da Ananda (hambúrgueres veganos), Empório da Saúde (ervas), Naturalmente (plantas medicinais), Sementes da Terra (hortaliças de Chã Grande), Biodinâmico, Café Recanto da Ingazeira (Taquaritinga do Norte), Salud, Aldeia do Mel e Mãe Terra.

O público aprovou a variedade dos produtores selecionados para a feirinha
O público aprovou a variedade dos produtores selecionados para a feirinha
O food truck do restaurante Pratus
O food truck do restaurante Pratus serviu almoço vegano

O espaço improvisado para a feira foi o estacionamento da Salud. Do outro lado da estrada ficou estacionado o food truck do restaurante Pratus (que funciona por trás da Sudene, na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife), servindo feijoada vegana feita com glutadela, berinjela, coco e bolinhos de grão de bico (falafel).