Entre a Estrada de Aldeia e o bairro da Guabiraba (território do Recife), uma parte da comunidade que mora na região da Estrada da Mumbeca está chamando a área de “Nova Aldeia”. É por ali, mais precisamente no km 3 da Estrada da Mumbeca (sentido BR 101-Estrada de Aldeia), que se esconde o Bosque das Samambaias, um pequeno paraíso ecológico que começa a ser descoberto.

Para desfrutar de um dia por lá passeando pelas trilhas, mergulhando em piscinas de água corrente, tomando banho de argila ou simplesmente curtindo as cores e os sons da mata, basta juntar um grupo mínimo de dez pessoas e pagar R$ 30 por pessoa. A comida vegetariana e a simpatia em receber ficam por conta dos anfitriões, Eugênia Procópio, 46, e Jobécio Simões, 48.

Bosque
Logo na entrada se avista o bosque. Foto: Tatiana Portela
Duendes
Estátuas de duendes orientam os visitantes ao longo das trilhas. Foto: Tatiana Portel

Além do sistema de day use, o Bosque, que tem 6 hectares de área verde e diversas fontes de água mineral, é palco de excursões escolares, atividades de ecopedagogia, workshops sobre permacultura, lazer sustentável e turismo ambiental.

Segundo Eugênia, é também ideal para práticas de meditação, ioga, shiatsu, massoterapia, oficinas, encontros, projetos artísticos e audiovisuais, entre outras. No último mês de abril, lá foi promovida uma jornada de atividades terapêuticas, uma exposição de artes com a participação de nomes como Gil Vicente, Romero Andrade Lima, Eddy Polo, Nete Procópio, Alfredo Lima, Sérgio Altenkirch, Ronaldo Câmara, Galo de Souza, Leo Luna, Camila Sarmento e Ricardo Figueiredo e o lançamento do livro A tempestade, do premiado J. C. Maçal.

O encerramento, no dia 30, ocorreu em grande estilo, com um show de samba e chorinho com Joanah Flor, Camila Ribeiro, Walter Marques e Márcio Monjolo.

Não há quem não se encante com a beleza do local. Logo na chegada se tem uma ideia do que está por vir, pois o terreno apresenta um grande desnível e, desde o portão de entrada, se vislumbra uma longa descida ladeada por uma convidativa paisagem de espécies nativas. Depois de uns 20 minutos de descida, surge uma piscina de águas cristalinas cercada de mata num recanto apelidado de Bosque dos Duendes.

Andando um pouco mais à frente, chega-se a um córrego onde se pode tomar banho de argila e a um campo aberto, onde são realizados alguns eventos. No caminho até lá embaixo passa-se por uma casa rústica que abriga também algumas atividades e a cozinha em que são preparados pratos com alimentos orgânicos, como a “caldeirada de frutos do mato” (feita com legumes, shimeji e carne de jaca). Se preferir, o visitante pode levar seu próprio alimento – o que importa é que a experiência seja o mais prazerosa possível.

Joahana Flor
Joanah Flor canta no encerramento da exposição. Foto: Tatiana Portela

Para marcar um passeio ao Bosque das Samambaias em esquema de day use, é preciso agendar pelo telefone 9 9630 9945.