Em Aldeia moram muitos atletas e campeões, e um deles é a bela cadela Rayva Oatã Border, raça Border collie, marrom e branca, nascida em 12 de novembro de 2014. Ainda nem completou quatro anos de idade e já é campeã pernambucana, campeã paraibana, campeã da copa CBA, campeã do Américas e Caribe, campeã em Avallon no agility por combinados, com mais de 400 cães na sua categoria, 16º lugar no Campeonato Europeu de Agility, na Áustria, com diferença de apenas 2 segundos do 1º lugar.

Nesta sexta (29), Rayva viajou para representar o Brasil no Campeonato Mundial de Agility (http://agilitywc2018.com/), na Suécia, e em seguida no campeonato Norueguês de agility.

Com menos de 4 anos, Rayva já é uma campeã
Com menos de 4 anos, Rayva já é uma campeã

Competindo lado a lado com Moabe Ordonio, professor de agility na escola Oatã, em Aldeia, a cadela Rayva é um exemplo de que os cães anseiam por aprender e ter disciplina, basta que seus tutores estejam dispostos e entendam que seus pets são superinteligentes e dotados de energia.

Leia também:

No Dia do Médico Veterinário, uma homenagem aos profissionais de Aldeia

Boa Vista ganha creche para cachorros em tempo integral 

Rayva treina firme três vezes por semana e tem uma alimentação extremamente regrada. Adora brincar com brinquedos de corda e viaja de avião tranquilamente, só aproveitando a vista. Assim os seres humanos, os cães também precisam de disciplina e uma alimentação saudável, seja para competir em eventos ou simplesmente para ser feliz, com saúde e bom preparo físico para conquistar o mundo ou para brincar com seus tutores.

Border-Collie

Segundo o livro “A Inteligência dos Cães”, de Stanley Coren, o Border Collie está no topo da lista das raças caninas mais inteligentes. Dizem que é um cão capaz de controlar o gado somente com os olhos, como se estivesse hipnotizando animais com o olhar. Absolutamente focado nas atividades que lhe são propostas, o Border Collie é um cão que pode ser facilmente adestrado e ensinado a obedecer comandos dos mais variados.

As primeiras indicações conhecidas da raça remontam ao século 10, quando o cão pastor se tornou o principal rival do lobo. O Border Collie tem sido usado principalmente para ajudar os pastores a levarem as ovelhas a se reunirem e também para assistir os animais de avicultores. No caso da cadelinha aldeiense, tem a missão de nos representar nas competições e fazer bonito por onde passa. Vai lá e arrasa, Rayva! Vamos torcer por você!

Aline Martins é moradora de Aldeia, linguista, professora universitária e gestora de projetos em tecnologia.

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.