Pense numa festa de casamento planejada, literalmente, passo a passo. Desde o ponto exato onde o carro que leva a noiva estaciona, para que dali ela possa mirar exclusivamente o noivo – numa brecha projetada na parede que isola de seu campo de visão todo o restante da cena, incluindo a decoração e os convidados.

O local permite que se criem cerimônias de qualquer estilo: do romântico ao despojado
O local permite que se criem cerimônias de qualquer estilo: do romântico ao despojado

Ou, numa segunda opção, a noiva pode sair do camarim onde se arrumou, passar por um corredor cuja abertura permite que os convidados vislumbrem apenas uma pequena amostra – na altura do busto – da personagem principal da festa, se dirigir para a entrada da casa passando por uma janela que emoldura seu rosto e, finalmente, surgir no vão maior e aparecer inteira, completando o quebra-cabeça visual/sensorial que a arquitetura do local proporciona.

Cada detalhe foi pensado para proporcionar uma experiência sensorial inesquecível
Cada detalhe foi pensado para proporcionar uma experiência sensorial inesquecível

Tudo isso é só o começo da “viagem” criativa-sentimental-inspiradora do casal Kyria Tsutsumi e André Figueiredo, ambos arquitetos, ambos de 30 anos, casados e pais da pequena Yumi, criadores e donos da Casa de Chá, no km 4,5 de Aldeia. Concebida para abrigar a festa de casamento deles próprios, foi projetada detalhe a detalhe e transformou-se numa das casas de eventos mais procuradas de Aldeia.

Inspiração nipônica

O púlpito
O púlpito faz uma releitura da casa de chá japonesa, em forma de cubo

A experiência sensorial proposta pela arquitetura da Casa de Chá, com forte influência japonesa (André e Kyria moraram no Japão), tem como inspiração a Cerimônia do Chá, tradição nipônica que valoriza o “encontro”, o “respeito” e a “natureza”. O púlpito, onde se encontram os noivos e os celebrantes, é um módulo que faz uma releitura da Chashitsu, casa de chá japonesa, em forma de cubo que flutua sobre um espelho d´água.

A ambientação vai de acordo com o perfil de cada casal
A ambientação vai de acordo com o perfil de cada casal

Em torno do púlpito há um gramado amplo com capacidade para até 350 convidados, árvores sob as quais são montados pequenos lounges, e toda a parte construída, que inclui um salão de 140 metros quadrados para dança (climatizado e com isolamento acústico); suíte com ar-condicionado e wi-fi; cozinha, banheiros, solarium especial para o corte do bolo e administração.

Há também um deck, no andar de cima, onde os noivos podem fazer ensaios fotográficos e ter uma visão panorâmica da festa.

Liberdade é tudo

A área ao ar livre
No gramado a capacidade estimada é de até 350 convidados. Além disso há um salão com 140 metros quadrados

Segundo André Figueiredo, liberdade é uma palavra-chave na filosofia da Casa de Chá. Desde o primeiro contato com os noivos, ele e Kyria procuram deixá-los o mais à vontade possível para que exponham o casamento dos seus sonhos. A partir daí, apresentam todas as possibilidades e procuram oferecer o que estiver mais perto do que os pombinhos desejam para o dia tão esperado.

No gramado podem ser montadas diversas configurações
No gramado podem ser montadas diversas configurações para a recepção

“Como entusiastas da liberdade, deixamos os clientes livres para montar sua festa com o sabor e a cara que eles escolherem. Por isso nós podemos indicar fornecedores com quem já trabalhamos, nas áreas de bufê, decoração, bandas, etc., mas nenhum serviço é atrelado ao contrato com a gente”, afirma. “Essa condição, além de deixar a festa com a cara dos noivos, traduz-se muitas vezes em uma grande economia nos custos da festa”.

A casa foi construída especialmente para a celebração de casamentos
A casa foi construída especialmente para a celebração de casamentos. Na foto, André e Kyria

Ainda de acordo com André, o grande diferencial da Casa de Chá é que ela foi construída para ser uma casa de eventos especializada em casamentos, enquanto que a maioria utiliza imóveis já existentes e apenas se adapta para funcionar como espaço de festas.

“Projetamos tudo aqui com poesia, com sentimento, fazendo uma analogia à música. Quando criamos os septos que descortinam e escondem a passagem da noiva, por exemplo, pensamos que o não ver é o silêncio, o vislumbre é a nota tocada. Espelhos d’água definem os espaços e refletem a natureza do entorno”, resume.

Ano de inauguração: 2016
Acessibilidade: Sim
Especialidade: Casamentos
Capacidade: 300 a 350 convidados

Casa de Chá Eventos
R. Humberto Teixeira
(81) 99811-2345
Face: acasadechaeventos/
Instagram: @casadechaeventos/

Como chegar: