Comorbidade, de maneira geral, ocorre quando há dois ou mais problemas de saúde em um mesmo indivíduo simultaneamente. Por exemplo, uma boa parte dos portadores de TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) tem compulsão alimentar. A compulsão é, portanto, uma comorbidade do TDHA.

A compulsão alimentar é bastante frequente
A compulsão alimentar é uma comorbidade bastante frequente

No caso de pessoas com dependência química, o uso de drogas ou álcool aumenta significativamente o acometimento de comorbidades. Usuários de cocaína ou crack, por exemplo, têm geralmente a depressão como uma de suas comorbidades.

Tratamento integral

Hoje em dia, inclusive, saber se a pessoa desenvolveu a dependência por conta de uma depressão ou se foi, ao contrário, a depressão que levou o indivíduo à adicção, pouco importa. O tratamento numa clínica hospitalar deve ser sempre integral.

Isso significa que se deve cuidar de uma bipolaridade ao mesmo tempo em que se trata uma compulsão alimentar sem deixar de dar atenção à diabetes, por exemplo.

Leia também:

Codependência química: o que é e como encarar a questão

Como funciona a internação involuntária na dependência química?

Até mesmo pessoas que estejam passando por um tratamento dentário podem continuar a fazê-lo mesmo enquanto internadas, contando assim com o suporte da clínica hospitalar para providenciar a marcação de consultas, o transporte com motorista e o acompanhante que vai garantir o ir e vir com segurança.

Moderna psiquiatria

Esse entendimento de cuidar da Saúde Mental de forma integral, isto é, levando em consideração todos os aspectos de saúde da pessoa, não só os especificamente mentais, está alinhado com as diretrizes da psiquiatria moderna, que vê o indivíduo como um todo e não apenas uma mente em busca de equilíbrio.

A prática de exercícios físicos aliada à alimentação saudável
A prática de exercícios físicos aliada à alimentação saudável é incentivada

O alcance do bem-estar de qualquer pessoa depende, portanto, desse equilíbrio físico, mental e psicológico. É por isso que existe a necessidade da alimentação saudável, de exercícios físicos, de terapia ocupacional e de tantas outras ferramentas que somente uma equipe multidisciplinar pode oferecer.

O trabalho dessa equipe multidisciplinar em favor dos cuidados em torno da dependência química e dos transtornos emocionais, será o tema de nossa próxima postagem na segunda-feira (19/11). Até lá!

Esta coluna é assinada pela Clínica Hospitalar Novo Nascer, que funciona em Aldeia e oferece tratamentos em Dependência Química, Alcoolismo e Transtornos Emocionais, como depressão e bipolaridade.

Clínica Hospitalar Novo Nascer
Rua Cristine Albert, 752 (Estrada da Mumbeca), Aldeia
(081) 97316-3700 e (081) 4101-3201
www.facebook.com/novonascer
www.instagram.com/novonascer
www.novonascer.com.br