Depois que moradores de Aldeia foram às ruas no último sábado, 13, pedir reparos na PE-27 (Estrada de Aldeia), o município de Camaragibe tomou a iniciativa de tapar alguns buracos mais críticos ao longo da rodovia, que é de responsabilidade do Governo do Estado.

Segundo o subsecretário de Segurança Pública, Mobilidade e Transportes do município, Valdinho Ribeiro, a Prefeitura resolveu ajudar a minimizar o problema com a colocação de brita e asfalto em pontos de maior perigo, mesmo que de forma paliativa, enquanto o Estado não intervém na região.

Estrada de Aldeia

“Viemos tapar pelo menos o essencial, porque a situação da estrada é muito preocupante. E o fato é que desde setembro do ano passado a Prefeitura vem cobrando que o DER cumpra o papel que lhe cabe, mas a resposta é sempre de que estão estudando a situação”, diz Ribeiro.

Leia também:

Graças aos moradores, lombada em Aldeia agora está sinalizada

Movimento dos moradores de Aldeia já repercute na imprensa

Moradores marcam ato “para salvar vidas na Estrada de Aldeia”

Já o secretário executivo de Transportes, Josemir Rufino, diz que já esteve diversas vezes no DER. A última foi no último dia 9 de abril, quando se reuniu com o chefe do 1º Distrito Rodoviário do Estado, Fernando Malta. Durante o encontro, ele entregou um novo ofício reiterando o de nº 235/2018, no qual a Prefeitura já cobrava ações do DER.

De acordo com Rufino, desde 2017 o órgão estadual não repassa “nenhum centavo” ao município, com quem tem um convênio. “Somente daquele ano o DER deve R$ 330 mil a Camaragibe, um município pobre, que depende do FPM”, lamenta o secretário.

Estrada de Aldeia

Ainda segundo Rufino, o representante do DER lhe informou que o órgão está sem contrato com empresa de manutenção de rodovias, o que significa que não tem como realizar ações de tapa-buracos, conserto de semáforos, transferência de lombadas ou mesmo manutenção da sinalização vertical.

Embora a situação esteja neste pé, o DER informou que uma nova licitação está sendo formatada e uma ação emergencial já foi anunciada para as rodovias (incluindo as PEs 27, 05 e 16), “embora sem data prevista”.

Ofício

Ofício

Ofício