O nome combina perfeitamente com o local: o Bar do Paraíso, em Aldeia, funciona há cinco anos, mas (felizmente) não é muito conhecido porque fica escondidinho numa região de acesso complicado. A primeira dica, portanto, é ir num veículo alto, de preferência de tração 4 x 4, ou se preferir aventura, de moto ou a pé. Mesmo sendo curto – pouco mais de 300 metros –, o trecho de barro é bastante irregular e esburacado. A entrada é pelo km 7,5 da Estrada da Mumbeca (PE-16), que liga Aldeia (no km 13 à BR-101).

Chegando ao paraíso, no entanto, prepare-se para momentos muito agradáveis. O barzinho tem aquela simplicidade na medida certa (comida boa a preço justo e atendimento razoável), nos fins de semana e feriados fica cheio, e o grande barato é o banho de rio, com água mineral corrente, limpa e gelada, debaixo das árvores. Ali a natureza leva o visitante a se esquecer do mundo e a lavar todas as mazelas do dia a dia.

Bar do Paraíso

Paz e tranquilidade

Heliene Lacerda é a dona do local. Conta que nasceu no Recife mas morou em diversos locais: Olinda, Janga, Xexéu (onde chegou a ser vereadora) e até nos Estados Unidos. Quando voltou pro Recife e abriu um escritório de advocacia na Boa Vista, em 2012, sofreu um infarto e, evangélica, “recebeu de Deus a missão de espalhar a paz entre as pessoas”.

Bar do Paraíso

“Foi Deus que me mostrou este lugar e me falou que eu tinha que distribuir a paz que sinto aqui com outras pessoas”, resume Heliene. Ao lado do marido e do filho, limpou uma parte do terreno de 3,5 hectares que fica bem na divisa entre Recife, Camaragibe e Paulista, e montou um bar/restaurante que funciona ininterruptamente todos os dias do ano das 6h às 17h, exceto na Sexta-feira da Paixão. A entrada e o banho de rio são gratuitos, mas não é permitido levar bebidas e alimentos de fora. Ah, detalhe importante: é proibido ligar o som do carro ou de qualquer outro aparelho.

Heliene comanda o bar e restaurante com uma equipe bem enxuta
Heliene comanda o bar e restaurante com uma equipe bem enxuta

Cardápio vasto

O cardápio é impressionantemente extenso, levando em conta que Heliene trabalha com uma equipe bem reduzida. Os petiscos, que saem nas versões P (pequeno) e G (grande) são bastante fartos e variados. Tem arrumadinho de carne de charque e de carne de sol, carne com macaxeira ou com cuscuz, rabada, porco, galinha, frango a passarinho, peixe, marisco, sururu, sarapatel, caldinhos, pasteizinhos, bolinhos, moela, entre outros.

Para se ter uma ideia dos preços, um prato de arrumadinho de carne de sol pequeno sai a R$ 34 e serve bem como petisco para três pessoas. Já a travessa grande, de R$ 56, dá pra cinco pessoas ou mais (ver foto).

Bar do Paraíso

Argila e café da manhã

Uma boa dica é tomar o café da manhã no Bar do Paraíso. Diariamente Heliene diz estar preparada para servir macaxeira, cuscuz, galinha, rabada, charque e tudo o que há no cardápio, a partir das 6h da manhã. Outra boa pedida é marcar uma confraternização ou comemoração no Paraíso. Basta ligar e reservar quantas mesas for precisar. Se houver necessidade de um garçom exclusivo, paga-se uma taxa de R$ 100.

Bar do Paraíso

Segundo Heliene, a água é mineral e já foi testada por técnicos da Universidade Federal de Pernambuco. “Não tem doença, caramujo, poluição, nada disso”, garante a empresária. Outro atrativo é que na encosta do riacho há argila pura, de cor cinza, que os visitantes usam para limpeza de pele ou simplesmente para se lambuzar. Um programa divertido para todas as idades!

Contatos: (081) 9 8415-8970, (081) 9 8358-2978 e (081) 9 9868-7914.