Um grupo de moradores e empresários da PE-016 (Estrada da Mumbeca), que liga Aldeia à BR-101 Norte na altura da Guabiraba, está se organizando para entregar um dossiê ao Dnit pedindo a abertura do acesso à pista norte da rodovia federal, que atualmente só pode ser feito na altura do Centro do Treinamento do Náutico, ou seja, aumentando em seis quilômetros o trajeto de quem sai pela Mumbeca. Segundo o presidente da Associação dos Produtores e Residentes da Mumbeca, Eduardo Alves, várias foram as tentativas de diálogo com o Dnit, mas até agora nenhuma providência foi tomada.

A proposta da Aprume é de que o retorno seja feito no posto de gasolina
A proposta da Aprume é de que o retorno seja feito no posto de gasolina

Leia também:

Estrada de Aldeia é arrasada por vendaval… do descaso

Moradores da Mumbeca, na Guabiraba, terão transporte complementar

“Este já é um pleito antigo da Associação e agora vamos ter o engajamento das empresas, que têm todo interesse no assunto. Além do tempo e do combustível a mais que se gasta para fazer o retorno tantos quilômetros adiante, e como estamos falando de muitos veículos pesados – caminhões de água mineral e cervejarias que funcionam na região –, isso representa também um aumento desnecessário no trânsito e no desgaste da via”, explica Eduardo.

Segundo a Aprume, muitos motoristas optam por trafegar pelo acostamento do posto de gasolina na contramão para evitar o percurso mais longo, o que aumenta o risco de acidentes na área. O documento redigido pela Associação sugere como solução para o problema “aproximar os retornos de forma que o acesso seja feito ainda na altura do posto” (ver imagem). As empresas da região estão sendo contactadas para assinarem de forma conjunta o documento, que será entregue ao Dnit nos próximos dias.