Depois de ouvir os prefeitos de Camaragibe e Paudalho, o PorAqui foi saber do Fórum Socioambiental de Aldeia (FSaA) de que forma a sociedade civil de Aldeia se organizou este ano.

Entidade civil apartidária e aberta a toda a comunidade, o FSaA se reúne duas vezes ao mês para discutir os problemas de Aldeia e buscar soluções junto aos órgãos públicos. O ano de 2017 foi de muito trabalho para os membros do Fórum, todos voluntários.

O atual presidente do Fórum, Herbert Tejo, faz um balanço do ano
O atual presidente do Fórum, Herbert Tejo, faz um balanço do ano

Lutas antigas, como a transformação da PE-27 em Estrada Parque, a reabertura do parque municipal em Aldeia e o videomonitoramento da estrada, se não chegaram a se tornar realidade, estão mais perto do que nunca de saírem do papel.

Confira os principais assuntos trabalhados pelo FSaA nas palavras do presidente Herbert Tejo:

Os 40 metros de Estrada Parque, no km 11, servem de vitrine ao projeto
Os 40 metros de Estrada Parque, no km 11, servem de vitrine ao projeto

Estrada Parque

Já no primeiro semestre conseguimos uma audiência com o governador Paulo Câmara, em que apresentamos e defendemos o projeto de transformar a Estrada de Aldeia numa via humanizada, com pistas para pedestres e ciclistas. Apesar de não ter resultado em algo concreto, a reunião foi importante por ter dado uma dimensão maior ao projeto, inclusive com espaço na grande mídia.

Outro fato importante foi o cumprimento de um compromisso que o empresário César Dantas, daqui de Aldeia, havia firmado conosco de construir o piloto da Estrada Parque em frente ao seu estabelecimento. Com isso, temos agora uma vitrine de 40 metros para que todos vejam, materializada, como ficará a rodovia se transformada em Estrada Parque.

E por fim, foi muito importante termos conseguido a adesão do prefeito eleito de Camaragibe, Demóstenes Meira, que, com um entusiasmo surpreendente, chegou a declarar que essa obra passou a ser um dos compromissos mais fortes de sua administração.

Reunião com os empresários, que se dispuseram a financiar os postes
Reunião com os empresários, que se dispuseram a financiar alguns postes

 

De Olho em Aldeia

O segundo projeto de grande dimensão em que trabalhamos este ano é o De Olho em Aldeia. É uma proposta ousada, pois prevê que a comunidade se organize e desenvolva todas as etapas do videomonitoramento de 18 quilômetros da Estrada de Aldeia (do km 2 ao km 20).

Ao longo de 2017, com muito trabalho, conseguimos conquistas significativas. Das quatro ilhas projetadas – cada uma com sete postes de monitoramento, cada poste com duas câmeras fixas e uma móvel –, já conseguimos instalar nove postes e comprar mais sete.

Também já fechamos o patrocínio de duas ilhas: do km 10 ao km 14, os postes serão bancados pelos condomínios. E do km 9 ao km 10 (que chamamos de Ilha Comercial, porque é o trecho onde tem maior concentração de comércio) será patrocinada pelos empresários locais.

O curso de brigadistas formou a primeira turma em Aldeia este ano
O curso de brigadistas formou a primeira turma, em Aldeia, este ano

Brigada contra incêndios

Infelizmente temos uma cultura muito forte de queimar o lixo em nossa comunidade e isso é um potencial agravante para incêndios e desastres. Por isso, uma preocupação antiga que tínhamos era de formarmos uma brigada ambiental, o que conseguimos fazer este ano com o apoio da Prefeitura de Camaragibe e Ibama, que formou a 1ª Brigada Civil de Combate a Incêndios, constituída por 40 voluntários.

O Fórum agora tem assento no Comitê e Bacias Hidrográficas Metropolitana Norte
O Fórum agora tem assento no Comitê e Bacias Hidrográficas Metropolitana Norte

Comitê de Bacias

Também este ano, o Fórum passou a participar com um conselheiro no Comitê de Bacias dos Pequenos Rios da Metropolitana Norte, representando a sociedade civil. É um campo muito importante de atuação, pois são muitos rios inseridos dentro da Área de Proteção Ambiental Apa Aldeia-Beberibe, e neste comitê são discutidos temas fundamentais, como a cobrança pelo uso da água no território das bacias hidrográficas.

APA Aldeia-Beberibe

APA Aldeia Beberibe

No conselho gestor da APA Aldeia Beberibe, desde a sua fundação, o Fórum – representando o segmento sociedade civil – se destaca por sua atuação. Apesar de ter tido seu pleito de criação de uma organização da sociedade civil de interesse público (Oscip) para gerir a APA recusado, o Fórum teve papel de destaque nas reuniões do conselho gestor, acompanhando de perto e intervindo na condução de projetos como o estudo para implantação de corredores ecológicos e de educação ambiental com viés vivencial.

O videomonitoramento da estrada, uma luta da sociedade civil
O videomonitoramento da estrada, uma luta da sociedade civil

Segurança

No plano da segurança, estivemos ao longo de todo o ano ouvindo e interagindo com a guarda municipal e as polícias civil e militar, não só abrindo espaço para esse debate com a comunidade, mas também atuando proativamente para a manutenção da sede da 3ª Companhia do 20º Batalhão da Polícia Militar, que ia sair de Aldeia e voltar para São Lourenço por problemas no imóvel que ocupava.

Graças à intermediação do Fórum junto à prefeitura e ao proprietário do imóvel, o contrato de aluguel foi renovado por mais um ano e o projeto de construção de uma nova sede – com ajuda da prefeitura e empresários locais – está em andamento.

O parque, antes da pintura do muro e da capinação
O parque, antes da pintura do muro e da capinação

Parque municipal

Também durante todo o ano de 2017, o Fórum se uniu à prefeitura de Camaragibe no esforço para a liberação do parque, que está embargado. A prefeitura fez uma revisão no projeto e nós acompanhamos tudo junto a outros movimentos sociais, tentando chegar a um consenso sobre a utilização do espaço. O prefeito Meira, recém empossado, esteve na reunião do Fórum e nos garantiu que vai colocar o parque para funcionar.