A Cia. Mangará, grupo de arte-terapia, música e contação de histórias criado por uma pernambucana, uma maranhense e uma paulista, chega a Aldeia neste sábado, 9, para um pocket show no Restaurante Pratus, a partir das 11h. A apresentação, voltada tanto para adultos quanto para crianças, é toda baseada em contos e canções de inspiração indígena, mais especificamente dos índios Hunikuin e Yawanawa, que vivem no Acre.

Cia Mangará

Bruna Amado, Lua Azevedo e Enaiê Apel se conheceram numa caravana artística e moraram juntas no Acre, onde se apaixonaram pela cultura indígena e criaram um espaço artístico e a Companhia Mangará. Depois de um ano elas saíram novamente pelo país em direção ao sul e visitaram diversas cidades até chegar a Ubatuba, no litoral de São Paulo, onde vêm se apresentando em escolas e participando da montagem de um filme.

Sobre a apresentação em Aldeia, Lua explica: “Nosso repertório prioriza a cultura do Norte do país, a nossa vontade é de falar dessa cultura, que é tão desvalorizada pelas outras regiões brasileiras. No espetáculo de sábado vamos abordar os seres da floresta por meio de poesias, contos e músicas que vão agradar a todos os públicos”.

Cia Mangará

Pratus

O Restaurante Pratus, de comida vegana e vegetariana, fica num trecho bem próximo à mata, na estrada do Armazém Famalicão, no km 12,5. Para chegar até lá basta entrar na rua ao lado do armazém e seguir as placas. Funciona aos sábados e domingos para almoço em sistema de buffet self-service. Mais informações: (081) 99112 7622.

Encantes da Floresta – Cia Mangará
Dia 9/2, 11h, Restaurante Pratus
Contribuição voluntária – sugestão R$ 10