A organização da I Semana Lixo Zero em Camaragibe fez um balanço bastante positivo do evento, que aconteceu de 19 a 26 de outubro com uma série de atividades envolvendo a população adulta e infantil do município. De acordo com a embaixadora do Instituto Lixo Zero (organização responsável pelas ações) em Camaragibe, Mariana Navarro, o primeiro ano foi um sucesso, com a realização de 13 oficinas, duas trilhas ecológicas, palestras, mutirão de limpeza e uma feira de produtos feitos com recicláveis.

As crianças também participaram de coleta de material reciclável
As crianças também participaram de coleta de material reciclável

“Tivemos muito engajamento tanto da população quanto da Prefeitura de Camaragibe e de empresas privadas. E já estamos com muitos planos para o futuro. Uma das coisas que temos em mente é a implantação de ações permanente de conscientização nas escolas do município sobre a importância de cuidarmos dos resíduos que produzimos. Pretendemos também ter um diálogo com a Câmara de Vereadores para que a Semana Lixo Zero seja incluída no calendário oficial do município”, explica Mariana.

Condomínios de Aldeia

Uma das ideias que surgiram durante a Semana foi a realização de uma reunião com os síndicos de condomínios de Aldeia sobre como implantar a coleta seletiva. O síndico do Torquato Castro I, Kildare Vieira, foi um dos convidados da abertura do evento e descreveu um pouco das medidas de aproveitamento do lixo que seu condomínio vem implantando e que até foi pauta do PorAqui.

Os trilheiros recolheram 40 quilos de lixo da mata do Privê Vermont
Os trilheiros recolheram 40 quilos de lixo da mata do Privê Vermont

Açude

As trilhas ecológicas realizadas na mata do Privê Vermont resultaram na coleta de aproximadamente 40 quilos de lixo, segundo Mariana Navarro. Com o apoio da Prefeitura e dos guardas da Brigada Ambiental, 60 pessoas participaram da ação. Uma campanha de arrecadação pretende juntar, nas próximas semanas, 200 garrafas pet para a construção de uma balsa que vai realizar a limpeza do açude do local.

Tudo o que foi recolhido ao longo da Semana do Lixo Zero foi encaminhado para a Associação de Catadores de Camaragibe e parte desse material foi transformado em matéria-prima das oficinas de artesanato e em produtos comercializados na feira montada para encerrar o evento.