A sinalização da PE-27, conhecida como Estrada de Aldeia, encontra-se num estado de total abandono. A estrada, que não possui acostamento, tem vários trechos esburacados e enfrenta cada dia um fluxo mais pesado de carros, caminhões, ônibus e motos, sofre também com a falta de pintura das faixas e ausência de placas sinalizando redutores de velocidade e curvas acentuadas.

As placas existentes, em sua maioria, estão caídas, pixadas ou cobertas pelo mato. O PorAqui fotografou um trecho do km 0 (onde há quase um mês a lombada eletrônica sofreu um curto circuito e pegou fogo) até o km 14. Procurado, o DER respondeu, com uma nota sucinta, de apenas uma linha: “O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Transportes, informa que uma equipe técnica será enviada ao local para realizar um levantamento sobre a sinalização na via”.

A lombada eletrônica queimada há um mês
A lombada eletrônica, no km 0, queimada desde o dia 19 de janeiro

 

Na entrada para Ostracil e Tabatinga, quase não se lê a placa
Na entrada para Ostracil e indicação de Tabatinga e Vila da Fábrica, quase não se lê a placa

 

No km 3,5, o aviso para não dirigir em caso de ter bebido, está quase invisível
No km 3,5, o aviso para não dirigir em caso de ter bebido, está quase encoberta

 

A nova Estrada dos Macacos, inaugurada no ano passado, não tem nenhuma sinalização
A nova Estrada dos Macacos, inaugurada no ano passado, não tem nenhuma sinalização

 

No km 5, difícil enxergar a placa coberta pelo mato
No km 5, difícil enxergar a placa, que indica a lombada, totalmente coberta pelo mato

 

Placa caída no km 5, indicava redutor de velocidade
Placa caída no km 5, indicava o redutor de velocidade antes da lombada

 

Na lombada do km 5, uma placa está encostada no poste e a outra enterrada no chão
Na lombada do km 5, uma placa está encostada no poste e a outra enterrada no chão

 

A travessia de pedestre, na lombada da EIA, coberta de era
A travessia de pedestre, na lombada da EIA, coberta de era

 

A lombada do km 8, apagada e sem placa indicativa
A lombada do km 8, com a pintura apagada e sem placa indicativa no sentido de quem sobe

 

A lombada do km 8, no sentido de quem desce, com a placa pixada
A lombada do km 8, no sentido de quem desce, com a placa pixada

 

Na altura do km 9, uma placa informava a existência do polo comercial
Na altura do km 9, uma placa informava a proximidade do polo comercial

 

Em frente ao parque municipal, a placa pixada e entortada
Em frente ao parque municipal, uma placa de proibido estacionar pixada e entortada

 

No muro do Sete Casuarinas, km 12, placa ilegível
No muro do Sete Casuarinas, km 12, mais uma placa ilegível

 

Km 12,5: única indicação de que a Estrada da Mumbeca liga a PE-27 à BR-101, no chão
Km 12,5: única indicação de que a Estrada da Mumbeca liga a PE-27 à BR-101, no chão

 

Mais uma placa quebrada em frente ao Condomínio Torquato Castro, no km 13
Mais uma placa quebrada em frente ao Condomínio Torquato Castro, no km 13
Placa jogada no chão no km 13
Placa jogada no chão no km 13 mostra o descaso com o patrimônio público

Se você tem alguma denúncia ou sugestão de pauta sobre o dia a dia de quem mora em Aldeia, compartilha conosco!