Não bastasse o constante engarrafamento na ladeira de Aldeia, a Estrada dos Macacos (via que liga a região à BR-101, na altura do km 4,5) agora também começa a sofrer com a passagem de veículos pesados, que vem interrompendo o fluxo e danificando o pavimento e a fiação elétrica.

O servidor público federal Paulo da Fonte Filho, que diariamente utiliza a estrada para fugir do trânsito na ladeira, denunciou ao PorAqui que somente na semana passada presenciou dois enormes contratempos causados por caminhões que trafegavam por ali. E sugere que seja proibida a circulação de veículos pesados na via.

A estrada é muito estreita e quando passa um caminhão tudo se complica ainda mais
A estrada é muito estreita e quando passa um caminhão tudo se complica ainda mais

“Na segunda-feira, 19, um caminhão arrancou a fiação de telefone e internet logo após a descida da Estrada dos Macacos, e nesta quinta (22) dois caminhões se encontraram na ladeira, onde só passa um carro por vez, e resultou numa espera de vinte minutos para os motoristas que tentavam passar por lá”, reclama o servidor. “Acho que a saída era proibirem a circulação de caminhões naquela estrada”.

Atrasada, começa obra da rotatória para o Camará Shopping

Broncas

Quem passa pela Estrada dos Macacos também reclama das lombadas que continuam sem sinalização e sem pintura, da buraqueira que começa a surgir em alguns trechos (provavelmente também causada pelos caminhões), e dos focos de lixões ao longo da via.

Myra Rabelo, moradora de Aldeia, denuncia: “Estão transformando a Estrada dos Macacos em um lixão, especialmente perto da cabeceira de uma das pontes, ali no retão das lombadas, onde a pista estreita. Um absurdo”.

No trecho pertencente ao Recife, além dos lixões há um estreitamento da pista e uma ponte em que só passa um veículo por vez. O que se questiona é: haverá algum plano da Prefeitura do Recife para alargar a ponte, agora que o fluxo de veículos passou a ser mais intenso? Já chegando na BR-101, na saída da Estrada, está o pior trecho, bastante degradado e cheio de buracos (foto).

Trecho da Estrada dos Macacos que se encontra com a BR-101: parte mais esburacada
Trecho da Estrada dos Macacos que se encontra com a BR-101: parte mais esburacada

Resposta das Prefeituras

Procurada pelo PorAqui, a Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) informou que “a Estrada dos Macacos recebeu, em 2016, a pavimentação e drenagem de toda a via no trecho que fica no Recife. O investimento foi de R$ 1,5 milhão e atendeu a um pleito de décadas dos moradores da rua, que era em leito natural. Neste mês, a Emlurb já realizou vistorias técnicas, fez o levantamento dos serviços necessários, elaborou o projeto estrutural e orçamento necessário para as obras de recuperação da Estrada. O órgão aguarda a liberação de recursos para iniciar a manutenção da via”.

Já a Secretaria de Serviços Públicos e Infraestrutura de Camaragibe informou que “não há registro de trânsito intenso na parte que compreende a parte do município de Camaragibe na Estrada dos Macacos”. E que a Guarda Municipal tem feito vistorias periódicas no local e que reforçará tal atividade. Em relação aos buracos, a informação é de que “as equipes voltarão ao local para averiguar a situação e realizar os reparos necessários”.