Antes de mais nada, vamos primeiro explicar: o que é ser geek? Sabe aquele boy que adora uma tecnologia, o primo pra quem todo mundo entrega o smartphone pra ele configurar? Ou aquela amiga que vive jogando no pc e adora ver video no Youtube sobre isso? Pronto, pra quem é meio leigo no assunto, o lance é basicamente esse. ?

Confira onde comprar os ingressos da Bienal Geek

Claro que é um mundo infinito e existem mil coisas dentro da cultura geek. Você pode ser um geek afeiçoado por histórias em quadrinhos (as famosas HQs), filmes, desenhos, músicas, livros, anime, tecnologia… É um universo inteirinho de opções. Porém, a boa notícia é que quase todas elas dá pra você encontrar aqui no Recife.

O que nos leva ao nosso assunto principal: por que o geek recifense é o melhor do mundo? Como todas as outras coisas aqui da nossa cidade, convenhamos. ?

1- Tu já imaginou uma conversa geek com sotaque recifense? 

Eu tinha que começar com esse tópico porque não tem nada mais gostoso do que ouvir o sotaque recifense. Ai, imagina um papo sobre cultura geek com nosso sotaquezinho recifense de lei… ?

2- Plataforma 3/4? Só no Recife e em Londres.

Há um ensinamento que eu levo para minha vida e com ele norteio meus princípios:

Então, pequena ou pequeno geek, saiba que Recife é tão, mas tão especial que possui uma Plataforma 3/4 pra chamar de nossa. Pra quem não sabe (e está claramente riscado da minha lista de amizades), a Plataforma 3/4 é onde o Harry Potter vai pegar o trem expresso para a tão sonhada Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. ?

Espaço temático recria o universo de Harry Potter na Bienal Geek

A versão recifense fica localizada na Taverna BurgBeer, hamburgueria totalmente dedicada ao mundo geek. Lá ainda tem a cerveja amanteigada também do universo Harry Potter. Agora a gente só precisa continuar esperando a nossa carta. A esperança é a última que morre, né? ?

Taverna BurgBeer
? Rua Conselheiro Portela, 374, Espinheiro, Recife – PE
⏰ de terça a quinta, das 18h à 0h | sexta e sábado, das 17h às 2h | domingo, das 16h às 23h30
? (081) 3038-6464
@burgbeer

3- A CCXP já chegou por aqui! 

Foto: CCXP/Divulgação

Só quem acompanha o mundo geek há tempos sabe da sensação maravilhosa (e por vezes frustrante) que era esperar a época da Comic-Con de San Diego, na Califórnia, acompanhando tudo ansiosamente nos mil tópicos das comunidades do Orkut… Meu coração chega se aperta com tanta nostalgia.

No entanto, Recife é tão rocheda que realizou o sonho de muitos geeks: ir à Comic-Con sem ter que sair da cidade. Isso mesmo, ela chegou por aqui. Com seus painéis e réplicas, a CCXP foi o marco de que Hellcife pode ser (e é) a cidade geek mais massa desse mundo.

A notícia triste é que a Omelete, produtora da CCXP no Brasil, não confirmou data para um novo evento na nossa terra. Ficamos ansiosos no aguardo. ?

4- É geek e gosta de trabalhar com tecnologia? Toma o Porto Digital!

Foto: Leo Caldas/Porto Digital

Vamos falar sobre negócios, já que nem só de diversão vive um geek: Porto Digital. Se você é dos que gosta tanto da coisa que quer/já trabalha com tecnologia, Recife consegue unir o útil ao agradável.

O Porto Digital do Recife é um parque tecnológico com atuação em duas áreas: Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e Economia Criativa (EC). Foi fundado em 2000 com o objetivo de reter profissionais qualificados aqui na nossa cidade, como também revitalizar o Bairro do Recife, onde fica.

Considerando os números de 2017, o Porto Digital é composto por mais de 300 empresas, cujo faturamento gira em torno de R$ 1,7 bilhões, e emprega cerca de 9 mil pessoas. Desde sua fundação, o Porto Digital conseguiu recuperar mais de 80 mil metros quadrados de prédios históricos. Já pensou: trabalhar com tecnologia num dos bairros mais bonitos e culturalmente vivos da cidade? Aqui dá, vu?! 

5- Nossa produção massa de revistas e quadrinhos ?

Foto: Plaf/divulgação

Se engana quem acha que fora do eixo Rio-São Paulo não há produção de HQ’s e revistas. Aqui no Recife temos vários nomes atuantes no mercado (e, modéstia à parte, muito bons)!

Um exemplo maravilhoso é a revista Plaf, editada em terras recifenses por Carol Almeida, Dandara Palankof e Paulo Floro, que nasceu com a proposta de ser um veículo crítico de divulgação do atual momento da produção autoral de quadrinhos no Brasil. Só amor. ?

Outra coisa que Recife tem de muito legal são as bancas de quadrinhos e lojas com temática geek que resistem até hoje. A Robot Rock, na Boa Vista, a Banca Guararapes (Asgard pros mais íntimos), na Avenida Guararapes, e a Toca Disco Comic Store, das Graças, são três opções icônicas pra você conhecer.

Recife Assombrado destaca produção local na Bienal Geek

6- Temos uma Bienal Geek pra chamar de nossa!

Ah, pequeno gafanhoto… essa é a novidade!  A 1ª edição da Bienal Geek de Pernambuco vai reunir, nos dias 26 e 27 de maio de 2018, os amantes do universo dos games, quadrinhos, da cultura pop e tecnologia no Pavilhão do Centro de Convenções.

Com muito entretenimento, educação e negócios, o evento terá feira de expositores, quadrinhos em tempo real, competição entre gamers, concursos de k-pop e cosplay, bate-papo com escritores, editores, youtubers e muitas outras atrações.

Os ingressos custam entre R$ 40 e R$ 150, e estão sendo vendidos no site da Sympla, nas bancas de revista Guararapes e Globo, na Av. Guararapes, e nas lojas Tocadiscos e Bakamoon, no Derby Center e na  Av. Conde da Boa Vista, respectivamente. Vai perder? ?