Redação PorAqui, com informações de Geraldo Lélis

Um helicóptero que estava a serviço da TV Globo Nordeste, o GloboCop, caiu na manhã desta terça (23) no mar, em Brasília Teimosa. Informações dadas pelo Samu afirmam que três pessoas estavam no helicóptero no momento do acidente, quando chovia.

A empresa do helicóptero é a Heliase, que prestava serviços para a Globo há mais de 15 anos, segundo o portal G1. Ainda segundo o portal e também o Bom Dia Brasil, a aeronave havia passado por revisão recentemente.

Uma das pessoas foi retirada da água pela população e duas foram levadas pelo Samu para o Hospital da Restauração. A sargento Lia Maria Abreu de Souza (34) morreu já na unidade de saúde. O operador de câmera Miguel Brendo (21) foi socorrido e está em estado grave. O corpo do comandante do helicóptero Daniel Galvão (33) foi encontrado sem vida.

O comandante Daniel Galvão em aeronave da Helisae (Foto: Sol Pulquério)

O fotógrafo Gustavo Penteado, em depoimento em sua página do Facebook, lamentou o acidente e falou sobre a relação com o comandante, com quem voou várias vezes para a realização de fotografias aéreas.

São mais de 10 anos quanto fotografia aerotransportada, muitas das horas de vôo com a equipe da Helisae e seus pilotos….

Posted by Gustavo Penteado on Tuesday, January 23, 2018

Uma quarta pessoa estaria sendo procurada pela equipe do Samu, mas sua presença no voo não foi confirmada. Segundo apurou o PorAqui, o livro de registro do aeronave só dá conta de três ocupantes.

A aeronave sobrevoava a região da Zona Sul em direção ao Centro e fazia entradas ao vivo no Bom Dia Pernambuco. A população do bairro conta que ouviu um estrondo e viu um clarão no céu no momento da queda. O helicóptero submergiu logo que caiu na água.

 

“Por volta das 6h, eu tava tomando café quando ouvi o helicóptero passando muito baixo. Ele já vinha baixo havia um bom tempo”, conta Cileide Souza, moradora de Brasília Teimosa.

Segundo o Corpo de Bombeiros, os destroços da aeronave estão a 30 metros da faixa de banho, a três metros de profundidade, e a retirada da aeronave começará a ser feita à tarde. Um pedaço da calda do helicóptero já foi encontrado.

(Foto: Geraldo Lélis)

As equipes do Samu continuam no local.