A seis meses do Carnaval de 2018, o Clube Banhistas do Pina iniciou a preparação do desfile de retorno do Grupo Especial, com ensaios que resgatam frevos antigos e que estavam em desuso. Uma equipe formada alguns instrumentistas e cantoras da agremiação se reúne aos fins de semana na sede do bloco, na Comunidade do Bode, para estudar relembrar e harmonizar letras compostas por Luiz Faustino, o primeiro compositor do bloco.

LEIA TAMBÉM:

Amigo de infância do Banhistas, Vavá sonha com função social para o bloco

Pina em festa! Banhistas e Porto Rico são vitoriosos do Carnaval do Recife

A direção do Banhistas tem conhecimento de oito canções compostas por Luiz Faustino, das quais três já foram recuperadas. “Seu Lula faria 100 anos neste ano e nada mais justo que resgatar essas obras que ele fez exclusivamente para o Banhistas. Já encontramos algumas e vamos chegar a esse número de oito músicas nos próximos dois meses”, conta Lindivaldo Leite Junior, diretor do bloco.

“Nessa fase inicial, estamos recebendo também alguns compositores, como Getúlio Cavalcanti, que ontem (domingo, 6) nos presenteou com um frevo inédito”, conta Junior. O frevo composto por Getúlio chama-se “Banhistas Voltou” e será usada no desfile.

“Esses frevos resgatados vão permitir que a gente tenha vários repertórios, inclusive para pequenas apresentações”, acrescenta Lindivaldo. “Esse trabalho tem emocionado a gente, principalmente porque traz à tona canções que não vinham sendo cantadas no Carnaval e dá meio que uma mudada nas músicas que já são cantadas hoje”, completa.

Paralelamente ao resgate dos frevos, estão sendo desenhadas as fantasias, e o ateliê vai entrar em ação na próxima semana.