A galera de Boa Viagem das antigas sente saudades, entre outras coisas, das figuras que faziam a alegria dos mais novos quando passavam. Personagens que marcaram as lembranças e o imaginário dos que moraram ou frequentaram o bairro nos anos 1970, 1980 e 1990.

O PorAqui relembra 3 destas pessoas que fizeram história em Boa Viagem. Confere:

Barra Limpa 

Um deles é Barra Limpa, um jardineiro que perambulava pelas ruas do bairro da Zona Sul do Recife sempre com uma enxada na mão. A identidade dele ninguém lembra. Talvez nem a conheceram. Mas o que se sabe é que Barra Limpa cuidava de um jardim como ninguém e chamava a atenção quando passava pela Av. Boa Viagem aos domingos.

3 prédios históricos que cravaram lugar na paisagem de Boa Viagem

“Tinha um trio elétrico que circulava pela avenida (Boa Viagem) tocando umas músicas boas, e ele acompanhava sempre dançando e erguendo um regador como se fosse um estandarte”, conta Claudionor Hollanda Filho, morador do bairro.

“A gente fazia graça pra ele, soltava umas brincadeiras, e ele sempre respondia com certo desaforo, mas nada que faltasse o respeito. Mas, quando a turma dizia a ele que ‘a casa caiu’, não tinha conversa. Ele ficava irado”, relembra Claudionor.

O jornalista Marcelo Aragão, também morador de Boa Viagem, conta que Barra Limpa aparecia em todos os lugares do bairro. “Em qualquer ponto, você poderia encontrar ele. Eu morava nas proximidades da antiga Churrascaria Laçador e sempre o via por lá, mas também o via pela Rua Padre Carapuceiro e outros lugares. Sempre com a enxada”, afirma.

“A gente estava brincando na rua, e ele passava. A gente parava a brincadeira para tirar onda com ele. Ele fingia que ia correr para pegar a gente. Era uma resenha”, recorda divertido.

Ronnie Von

Ronnie Von também é lembrado com carinho pelos moradores da região. Ele que andava pelo Calçadão da Orla e não resistia a uma brincadeira para começar a cantar e dançar músicas do famoso cantor da Jovem Guarda que lhe emprestava o nome.

11 esportes para serem praticados na orla de Boa Viagem

“Ronnie vivia sempre com uma sunga verde no estilo asa delta e com um pente pendurado na cintura”, conta Claudionor. “Bastava alguém gritar ‘Ronnie Von!’, que ele começava a dançar e cantar uma música conhecida da época do cantor”, completa.

Coxa

Outro personagem que segue vivo na memória de quem frequentava Boa Viagem nos anos 1980 e 1990 é o Coxa, que, além de vender coxinha na praia, abordava os clientes com um susto. “Ele quase me matou de susto”, conta Claudia de Hollanda Sodré.

“Ele procurava sempre algum grupinho de meninas e chegava batendo na caixa e gritando ‘olha a coxa'”, conta Claudionor. “Na abordagem, ele sempre dizia: ‘coxinha com varize e sem varize. Vai levar?’. E muita gente caía na gargalhada”, acrescenta.

O paradeiro dessas três figuras é incerto. Informações dão conta que Barra Limpa morreu há alguns anos como indigente e que o vendedor de coxinha teria sido assassinado. ? Já o Ronnie Von pode estar vivo, e o PorAqui vai atrás dele.

Gostou da lembrança? Comenta aí com histórias deles pra gente rir mais! ?