Recém inaugurado, o Don Cabron, restaurante mexicano em Boa Viagem, na Zona Sul, impressiona de cara pelo tamanho. Uma casa que se propõe a fazer comida mexicana no Recife e que tem um salão grande como aquele, é, no mínimo, corajosa.

A localização é privilegiada, na Avenida Conselheiro Aguiar, mas a casa funciona no mesmo local onde já funcionaram vários estabelecimentos. Esperamos que dessa vez tudo de certo, mas as coisas não devem estar fáceis. Chegamos e saímos e apenas seis mesas estavam ocupadas.

O ambiente, além de grande, é bem legal.  A decoração tem umas imagens da pintora Frida Kahlo, sombreros para o público tirar foto e entrar no clima mexicano, e uma iluminação aconchegante – em certas mesas é tão aconchegante que chega a ser escuro para olhar o cardápio, mas nada que incomode. Como sou um apreciador da comida mexicana, fui com muita expectativa.

(Foto: divulgação)

Começamos com o Cabrón Gringo (R$ 49,9o), que é um prato com batatas rústicas, buffalo wings (asinhas de frango carameladas com um molho bem, bem, bem apimentado), pernil ao molho de tamarindo, empanados de frango e dois molhos – um de salsa cabrona (apimetado) e um neutro de iogurte.

(Foto: DCVM)

Eu adoro pimenta, mas acho que nunca tinha comido nada parecido com aquelas asinhas. Suei assim que dei a primeira mordida. Não sei se propositadamente, por causa do ardor, elas não estavam quentes. O sabor não era ruim, mas só consigo lembrar da picância. ?

O pernil ao tamarindo estava macio e gostoso, mas um pouco mais ácido do que gostaríamos. As batatas eram legais e combinavam bem com os molhos, que estavam equilibrados e cumpriram bem seus papeis. O chicken finger também estava bom: sequinho e saboroso.

(Foto: DCVM)

Depois desse começo e de muita água, fomos no Cabrón Clásico (R$ 48,90), que vem com pastéis de carne, nachos com queijo, quesadillas de carne assada e pequenos enroladinho de frango desfiado, acompanhados de guacamole, molho de tomate e os molhos de iogurte e o picante de salsa cabrona.

Os nachos estavam ok. Nenhuma emoção a ser ressaltada. Não gostei nada dos pastéis, pois o recheio estava enjoativo e com tempero que não me agradou. O enrolado de frango também não estava muito bom. Gostei mais das quesadillas, estavam mais equilibradas para o meu paladar. O guacamole estava bom. Faltou pimenta, mas gostei.

(Foto: DCVM)

Pra finalizar, fomos de churros (R$ 13,90). Infelizmente, foi a pior coisa da noite. Os churros estavam até legais, mas o doce de leite (que vinha separado) estava gelado. Com certeza o restaurante usa daqueles prontos e ainda guarda na geladeira. Quando a gente tentava melar o canudo de churros no doce, o pote vinha junto de tão duro que estava o doce de leite.

(Foto: DCVM)

Claro que o restaurante está só começando e que todo começo é complicado. Além disso, vale ressaltar que fomos bem atendidos e o tempo de espera dos pratos não foi tão grande. Voltarei lá depois.

??Corra do... Churros. Doce de leite gelado não dá. ?

??Corra para...Cabrón Gringo. Várias boas opções para provar um pouco de cada coisa.

Don Cabrón
Avenida Conselheiro Aguiar, 826, Boa Viagem, Recife  – PE
Horário de funcionamento: Terça a quinta e domingo, das 18h às 00h | Sexta e sábado, das 18h às 2h.
Telefone: (081) 3231-8157

Por Brian Lima do De Colher Vem Mais

Quando três amigos apaixonados por comer (e cozinhar) se reúnem, a conversa não pode ser muito diferente de restaurantes, jantares, pratos e receitas. Não falamos de temperos ou destrinchamos a alta gastronomia, mas fazemos uma verificação empírica de como nossos restaurantes, bares e lanchonetes andam caprichando, para que você saiba os melhores pratos e as melhores casas. E lembre: de colher vem mais!

 

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.