Fundado há 15 anos, o Centro Escola Mangue atende a crianças a partir de 8 anos, oferecendo educação ambiental. Na sede da ONG, em Brasília Teimosa, as meninas e os meninos têm reforço escolar, aulas de maracatu, educação física e aprendem a cuidar do ecossistema mais presente na região: o mangue.

Letras do alfabeto e nomes de peixe batizando as mesmas ruas. Pode isso?

A entidade sem fins lucrativos vive de doações e está, no momento, sem nenhum tipo de financiamento. O último foi o do projeto Criança Esperança 2017, quando executou o Remangue, uma atividade ensina a prática do remo e, ao mesmo tempo, a preservação do mangue. Com o fim do período de execução do financiamento, o trabalho ficou ameaçado.

Foi aí que surgiu um parceiro. O Clube Náutico Capibaribe abraçou a causa e ofereceu toda a estrutura do seu departamento de remo, sem custos. As despesas ficaram agora por conta do transporte para as crianças, que seguiam em ônibus fretado da sede da ONG até a Rua da Aurora.

“Com a falta de recursos que nós estamos passando, as passagens estão sendo custeadas pelas próprias famílias dos alunos. Nós acompanhamos eles, no trajeto e nas atividades, mas não temos condições de pagar o transporte”, explica Luciana Silva, fundadora da ONG. As aulas práticas do remangue acontecem duas vezes por semana.

“Além de dinheiro, nossa escola precisa também de voluntários e doação de material, por exemplo, merenda. Nós oferecemos diariamente merenda aqui para os alunos, mas quando não tem, a gente pede que eles tragam algum biscoito ou outra coisa para partilharmos”, conta.

O Centro Escola Mangue fica na Av. Brasília Formosa, 273, em Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife. Interessados em fazer doações podem ligar para o telefone (081) 3327-1572 e falar com Luciana.