Apesar do reforço do policiamento na orla de Boa Viagem, a onda de violência atinge as ruas e quarteirões mais distantes da beira-mar. Foi assim na noite do último domingo (24), quando dois homens numa motocicleta assaltaram clientes do restaurante Ilha dos Navegantes, na esquina da Rua dos Navegantes com a Rua Padre Bernardino Pessoa.

“A gente tem medo de colocar o pé na rua”. Insegurança toma conta de Boa Viagem

De acordo com pessoas que trabalham na área, assaltos acontecem com certa frequência na localidade, ao passo que quase não se vê a viatura da Polícia Militar fazendo ronda na área. “A situação está complicada mesmo. Frequentemente eu vejo roubos a idosos aqui na calçada, roubo de celular, essas coisas. Mas ronda da Polícia eu não vejo”, conta o porteiro que se identificou como José da Silva.

“Eu trabalho há 30 anos por aqui e nunca vi um assalto desses como o de ontem (domingo, 24)”, conta o flanelinha José Ademilson dos Santos, que confirma os roubos de celulares a transeuntes. A mesma versão foi dada pelo passador de jogo do bicho, Lourival Araujo.

Ele também se queixa do policiamento. “Tinha policial à vontade na orla. Da Pracinha até o Pina, tava cheio de policial, mas nenhum deu conta do assalto aqui na rua de trás”, reclama.

A Polícia Militar informou que agiu de imediato após o assalto, que houve perseguição e que elementos foram coletados. “Os PMs seguem em diligências no sentido de fechar o cerco e capturar os acusados, o que deve acontecer o mais rápido possível”, diz a nota.

Sobre a segurança no bairro, a assessoria de imprensa da corporação afirma que é realizada pelo 19º BPM através de Guarnições Táticas, Patrulhas do Bairro e motopatrulheiros, com o apoio do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati), da Contrarresposta e das unidades especializadas com a Radiopatrulha, Rondas Ostensivas com apoio de Motocicletas (Rocam) e BPTran.