Muitas ruas são batizadas sem nenhuma explicação, com nomes que não têm ligação com a localidade. Alguns até criam uma rejeição por parte dos moradores. É o caso que ocorre em Brasília Teimosa, onde o Conselho de Moradores resolveu tentar mudar o nome da Av. Brasília Formosa, criada em 2003, quando houve a retirada das palafitas da orla.

Letras do alfabeto e nomes de peixe batizando as mesmas ruas. Pode isso?

O nome foi dado pela Prefeitura do Recife, que acatou a sugestão do então presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva. Mas a intenção dos moradores era homenagear uma pessoa que foi ícone na história de resistência pela permanência no bairro: Padre Jaime.

Padre Jaime: o missionário americano que lutou pela moradia em Brasília Teimosa

Mas o que se faz nesses casos? A mudança de nome de vias, praças e outros logradouros deve ser feita através de lei aprovada pela Câmara dos Vereadores. A prefeitura tem seus canais de ouvidoria da população, como Recife Participa e a Secretaria de Governo, e pode enviar um projeto de lei para a casa legislativa. Esse projeto de lei também pode ser criado por um vereador – um caminho mais fácil pode ser procurar um vereador com atuação no bairro.

Você sabe como surgiu a história do Buraco da Véia?

O projeto de lei 113/2017 foi criado pelo vereador Eduardo Chera (PDT) e pede a alteração de Av. Brasília Formosa para Av. Brasília Formosa Padre Jaime. A proposta está sob análise das Comissões de Legislação e Justiça, e de Educação, Cultura, Turismo e Esportes.