Elegante e sofisticado. Estes são dois bons adjetivos para definir as primeiras impressões sobre o Pisco Lounge Bar, um gastrobar contemporâneo de comida peruana e um imenso cardápio de drinks que fica na Avenida Conselheiro Aguiar, em Boa Viagem.

O local parece com os famosos bares de Nova York. O ambiente é bem grande, com muitos sofás e mesas espalhados, e tem um bar onde os clientes podem se sentar para beber e comer. Chegamos cedo, por volta das 20h30 de uma sexta-feira, e a casa estava vazia. Mais garçons do que clientes. Sem exageros! Fomos logo atendidos –  e bem, vale salientar. Até aqui, tudo bem.

O cardápio de comidas, ao contrário dos drinks e bebidas, é mais enxuto! Tem cerca de 15 itens, entre entradas, pratos e sobremesas. Pedimos de entrada as tapas pisco, chips de batatas que vêm acompanhadas de guacamole, brie maçaricado, parma, e mais uns dois molhos – um deles de queijo (não lembro qual) e outro que parecia um molho à base de maionese.

Todos os acompanhamentos estavam bons! Não gostei tanto do brie, pois prefiro ele no estado natural, mas estava legal! E o guacamole estava bom, mas faltou sal e pimenta. Os chips estavam gostosos e, pela demora e aspecto, foram feitos na hora. Pena que estavam bem oleosos! Foi o grande defeito do prato.

Para beber, pedimos um Martini com tônica e limão (clássico) que estava muito bom. Sem erro. E um suco de abacaxi com hortelã ralo e um pouco doce demais. Antes do prato principal, pedi uma tradicional marguerita, que tinha mais sal na borda do que açúcar no drink. Se fosse um pouco mais doce seria perfeito (pra mim). Não gostei.

Ficamos em duvida entre jantar um filé ao aligot de maní (carro chefe da casa) e os camarões empanados com arroz selvagem e espuma de maçã verde. Fomos de camarão! Escolha errada! O filé ao aligot parecia bem mais bonito e foi bem mais pedidos depois que pedimos o camarão.

O empanado não estava bom e certamente não tinha gosto de mostarda e queijo, como prometia o cardápio. A espuma de maçã verde não veio e, ao invés disso, vieram tiras finas de maçã verde que não ajudaram em nada no prato. A acidez que a espuma prometia entregar não surtiu o mesmo efeito com as tiras por um motivo óbvio: as tiras não se incorporam ao camarão e ao arroz da mesma maneira como uma espuma faria. Veio também um molho teriyaki muito ruim.

O melhor do prato, para nossa surpresa, foi o arroz selvagem. O prato não era ruim, mas pelo preço e pela expectativa, ficou muito abaixo.

Antes da sobremesa pedimos um suco de morango que também veio mais ralo do que deveria. O cardápio oferecia duas opções de sobremesa. Uma delas era “a melhor mousse de chocolate do mundo”. Com um nome desses e um apaixonado por mousse de chocolate, não teria como pedir a outra opção que nem lembro qual era.

Não preciso dizer que a expectativa foi muito alta, novamente. Pouco gosto de chocolate. A textura estava boa, mas o sabor parecia alguma coisa doce que lembrava chocolate. Não é a melhor mousse nem de Boa Viagem.

No fim das contas, a experiência foi completamente esquecível! Não foi ruim (por isso talvez voltemos lá), mas saí de lá com a sensação de que paguei por algo que não valeu a pena. Custo X beneficio ??.

??Corra do... prato de camarões empanados com arroz selvagem. Definitivamente não vale a pena.?

??Corra para...entrada de tapas. Apesar dos chips estarem oleosos, no geral era bem boa.

Pisco Lounge Bar
Avenida Conselheiro Aguiar, 2585, Boa Viagem, Recife  – PE
Horário de funcionamento: Terça a Sábado, das 19h às 03h
Telefone: (081) 99997-3734

Por Brian Lima do De Colher Vem Mais

Quando três amigos apaixonados por comer (e cozinhar) se reúnem, a conversa não pode ser muito diferente de restaurantes, jantares, pratos e receitas. Não falamos de temperos ou destrinchamos a alta gastronomia, mas fazemos uma verificação empírica de como nossos restaurantes, bares e lanchonetes andam caprichando, para que você saiba os melhores pratos e as melhores casas. E lembre: de colher vem mais!

 

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.