Cada vez que a gente prepara o camarão ele fica de um jeito. Acontece com você também? O PorAqui foi em Kátia Camarão, no Pina, e pegou umas dicas com ela e seu filho, Wilson. É de praxe chegar na loja e sair com várias dicas de preparo. Eles fazem questão de explicar porque que o camarão encolhe demais e como fazer para ele ficar suculento.

Páscoa: onde encontrar camarão e bacalhau no Pina e em Boa Viagem

Cuidada pela família, loja tem clima de amizade com os clientes (foto: Geraldo Lélis/PorAqui).

“A gente quer que as coisas deem certo e que o cliente volte sem ser pra reclamar que o camarão não estava bom”, comenta José Wilson. “Cada espécie de camarão cozinha de um jeito, como carne de boi, que cada corte tem sua forma de preparo”, acrescenta.

Segundo ele, o principal cuidado é não desidratar o camarão. “Ele não pode ficar muito tempo no fogo, e o pré-cozimento tem que ser feito com casca, que protege o filé de perder água”, explica.

  • Bote água com sal pra ferver;
  • com a água fervida, coloque todo o camarão descongelado;
  • quando a água ferver novamente, tira e coloca para escorrer;
  • espera mais um pouco e descasca.

“É importante que a água cubra todo o camarão”, recomenda. “Depois de pré-cozido, pode preparar ele com qualquer molho”, indica.

Ao fazê-lo ao alho e óleo, também passa pelo processo de pré-cozimento e coloca na frigideira com óleo, manteiga ou azeite já aquecida.

Armazenamento

Outra dica de Wilson é com relação ao armazenamento. Não se deve colocar direto no congelador nem tirar direto para a temperatura ambiente. “Pra guardar, primeiro você coloca num recipiente com água gelada e leva pro congelador. Pra tirar, coloca na geladeira por um tempo antes de iniciar o preparo”, afirma.

“Agora é importante saber que cada camarão tem um sabor diferente. Depende de onde ele vem. Tem cativeiro de água salgada, doce e salobra e tem o camarão que vem do mar mesmo”, alerta. “Só aí já tem suas diferenças. Aí quando ele é criado em cativeiro, tem criador que coloca substâncias e remédio antibiótico, principalmente por conta da mancha branca, que tem afetado alguns viveiros por aí. Isso tira um pouco do sabor do camarão”, encerra.

Kátia Camarão, onde Wilson gerencia junto com sua mãe, fica na Rua Tomé Gibson, 320, Pina, e funciona de segunda a sexta, das 7h às 17h, sábado até as 14h e domingo, das 9h às 12h. Os telefones para contato são 3465-1051 e 3327-4421.

Kátia Camarão
? Rua Tomé Gibson, 320, Pina
⏰ Seg a sex, das 7h às 17h; sáb, das 7h às 14h; e dom, das 9h às 12h
☎ 3465-1051 e 3327-4421