Você no mínimo já ouviu falar da Praia do Buraco da Véia, em Brasília Teimosa, na Zona Sul do Recife. “Mas que nome estranho!”, devem dizer ao primeiro contato. De fato, é um nome que nos leva a pensar em várias possibilidades de significados. Eu, por exemplo, quando ouvi esse nome pela primeira vez, na minha infância, imaginei um buraco no meio de uma senhora. Que coisa, não??

Mas o PorAqui, que não gosta de ficar sem resposta, foi investigar e, em conversas com moradores antigos do bairro, aprendeu que, de fato, tinha uma senhora na história. Brasília não é brincadeira não. Tem até livro, sem falar da gastronomia local.

Leia também

O guia dos restaurantes mais famosos de Brasília Teimosa

O muro que divide o mar da Av. Brasília Formosa (ou Av. Padre Jaime?) já estava lá desde os primórdios da ocupação em Brasília Teimosa. E o tradicional choque da água com aquele muro acabou formando um buraco na areia nas proximidades com a esquina da Rua Badejo (ou Rua D) e, consequentemente, começou a acumular água. Daí, vem o buraco. Mas e a velha?

“Tinha uma velha que não deixava ninguém tomar banho nesse buraco. Ela ficava lá tomando conta e barrava todo mundo que quisesse tomar banho de praia lá. Daí os moradores que não podiam tomar banho começaram a dizer ‘o buraco é da véia, o buraco é da véia'”, conta a professora Celeste Valença. “E é ‘véia’ mesmo. Não é ‘velha’ não”.

Ainda segundo Celeste, essa informação foi obtida através de uma pesquisa escolar de 1984, em que estudantes entrevistaram moradores mais antigos do bairro.

Hoje, sem a velha por perto, a praia é frequentada por muitos moradores e também por gente de fora. Eu mesmo, a frequentei durante bom tempo da minha infância, quando, depois dos mergulhos, ia comer feijoada na casa do meu avô, na Rua G (ops, Estrela do Mar).

E aí, tá a fim de dar um mergulho no Buraco da Véia?