A gente já tá cansada de falar, mas nunca é demais repetir: NÃO SEJA UM TABACUDO NO CARNAVAL. Mas, se você ainda não entendeu o recado, nesse post nós vamos dar algumas dicas para você finalmente virar aquele homão da porra que sempre sonhou. Preparado?

PorAqui sorteia ingressos para 5 festas bombadas do Carnaval 2018. Participe!

1. Ela não está vestida pra você

Veja só: é verão. Recife e Olinda estão pegando fogo.

É natural que todos nós que vamos passar aquele aperto, ops, agito nas ladeiras e ruas das cidades usemos poucas roupas (entendeu bem a palavra na-tu-ral? Ela é importante). Então, se tu vir uma boyzinha com pouca roupa, saiba que é só isso mesmo: ela está vestindo pouca roupa.

48 frases que resumem o Carnaval de Recife e Olinda

Ela pode estar com calor, ela pode estar querendo exibir seu corpinho porque se sente bonita pra si mesma, ou ela pode simplesmente estar querendo vestir pouca roupa (sim, ela pode). Então, boy, saiba que isso não é um convite e não te dá o direito de tocar em ninguém. O que nos leva ao próximo ponto:

2. Não toque em quem não te deu permissão

Sabia que é possível falar com alguém sem tocar nessa pessoa? Isso mesmo! Sei que pode parecer loucura, mas se você chegar com jeitinho, der um oi, se apresentar, elogiá-la de forma respeitosa e jogar sua ginga, ela pode querer trocar uma salivinha com você. Afinal, (quase) todos nós queremos dar uns beijinhos no Carnaval, né mesmo?

Se ainda não ficou claro, veja abaixo o tutorial de como Túlio Gadelha, boyzinho topado recifense, conseguiu conquistar o coração da nossa musa jornalística Fátima Bernardes nas ruas do Recife:

3. Não finja que não viu uma cena de assédio

É isso mesmo: você pode não ter assediado uma mulher, mas fingir que não está vendo o que seu coleguinha está fazendo é ser conivente com isso e ser um tabacudo que nem ele. Sabe aquela rodinha do “Beija, beija, beija”? Não faça isso, não force ninguém a absolutamente nada, combinado?

Meta a colher: denuncie o assédio no Carnaval

Então se algo acontecer perto de você, mostre que homão da porra você é, ajude a menina e dê um leve esporro no donzelo que aperriou ela (com paz no coração porque não queremos arrumar brigas no Carnaval, certo?).

4. Não é NÃO

Sabe quando sua mãe te oferece salada e você diz “Não, mainha, quero salada não”? Você não está com vontade de comer salada, não é? Então, quando você perguntar para alguém “Posso te beijar?” e essa pessoa disser “Não”, entenda: ela não quer te beijar. Não é joguinho, não é charme, não é o jeito que nós mulheres conquistamos: é simplesmente um NÃO, não quero te beijar.

Uma dica muito interessante é memorizar essa frase que a JoutJout colocou nas redes sociais: