O nome já diz tudo: Bloco da Ressaca. Com o folião já recuperado da maratona do carnaval, o bloco ganha às ruas de Casa Amarela neste domingo (18), arrastando uma multidão. E não é mero jogo de palavras: é gente pra caramba, todos os anos. São esperadas mais de 400 mil pessoas, em uma grandiosa despedida da folia. Depois do Ressaca, conseguir a famosa cerveja “3 por 10” só no ano que vem.

Neste domingo, o bloco sai com um desfalque. O cantor Léo Santana, por ter assumido outros compromissos, não vem, depois de anos sendo a grande atração da festa. Quem o substitui é a baiana Psirico, que neste carnaval colocou na rua os hits Elas gostam (popa da bunda), uma parceria com o pagode eletrônico da Àttøøxxá, e No groove (pega,pega), com Ivete Sangalo.

Além do pagode baiano, o Bloco da Ressaca traz em seis trios elétricos shows de Carlinhos Beleza (pelo segundo ano consecutivo) e a banda Excesso de Bagagem, entre outras atrações.

Fundado em 2000, o Ressaca não tem cordão de isolamento. Pela multidão que arrasta, é conhecido como o “Galo da Madrugada da Zona Norte”.

Não é apenas uma expressão, é realmente muita gente nas ruas. Foto: Bloco da Ressaca/Reprodução do Facebook

A concentração começa a partir das 11h na Avenida Vasco da Gama. Por volta do meio-dia deixa o morro e passa pela Avenida Norte, segue pela Rua da Harmonia e Estrada do Arraial, encerrando o percurso de 2,5km depois do Mercado de Casa Amarela, na rua Padre Lemos. Este ano, a organização do bloco se comprometeu com a Polícia Militar de terminar a festa às 17h.

Mudança de rota – Com milhares de pessoas nas ruas, quem não quer enfrentar a multidão e congestionamento em dia de domingo deve evitar todas as ruas que fazem parte do percurso do bloco, principalmente a Avenida Norte (que no ano passado ficou parada por horas) e a Estrada do Arraial, onde acontece o auge da folia. A partir das 11h, a CTTU vai montar bloqueios no cruzamento da Avenida Norte com as Avenidas Doutor Eurico Chaves e Rua da Harmonia. Depois, serão feitos bloqueios durante toda a passagem do bloco, de acordo com a necessidade. De acordo com a CTTU, 29 agentes de trânsito vão tentar dar fluidez ao trânsito durante a passagem do bloco.