Acontece que já virou rotina. As constantes quedas de energia na Cidade Alta, em Olinda, têm deixado moradores, visitantes e turistas com várias pulgas atrás da orelha, já que estamos a menos de 20 dias para o início do carnaval. No último domingo (21), em mais um dia de prévias, o apagão deixou parte do Sítio Histórico de Olinda às escuras mais uma vez.

Segundo a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), em nota divulgada nesta segunda-feira (22), a oscilação, que durou cerca de quatro horas no total, está relacionada aos “danos em um equipamento subterrâneo da rede elétrica” e sinaliza a possibilidade do defeito ter sido provocado por “causas externas”, mais precisamente, as “ligações clandestinas”.

Confira nota de esclarecimento na íntegra:

Recife, 22 de janeiro de 2018Em relação à ocorrência que afetou parcialmente o fornecimento de energia no Sítio Histórico de Olinda, na noite do domingo (21), a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informa que identificou danos em um equipamento subterrâneo da rede elétrica.

As equipes avaliam se as avarias foram provocadas por causas externas ou no próprio sistema. A energia da área foi restabelecida por meio de remanejamento de cargas. Desde outubro, a Celpe está promovendo ações de melhorias na rede de distribuição para o período do Carnaval.

Equipes de inspeção da empresa realizaram, na tarde do domingo, ações de combates a ligações clandestinas na Cidade Alta. Em média, são removidas cerca de 40 irregularidades por dia nos focos de animação.

A concessionária reforça que a prática ilegal além de colocar em risco a vida de pessoas, prejudica o fornecimento de energia. A Celpe se coloca à disposição.

Clandestinidade

Sobre a prática clandestina, a Celpe já tinha divulgado nota no dia 16 de janeiro de 2018 informando que “está intensificando as ações de combate a ligações clandestinas de energia para os dias de folia”. Para isso, técnicos estão inspecionando as “instalações elétricas  de agremiações, camarotes, palcos, barracas e comércios temporários espalhados pelo Grande Recife”. 

A Companhia recomenda que os responsáveis solicitem com urgência as ligações provisórias, que podem ser feitas em qualquer loja de atendimento da concessionária.  O prazo limite para requisitar a ligação é o dia 05 de fevereiro.