De passagem por Olinda, a apresentadora Fátima Bernardes se encantou com nossa cidade e com o nosso Carnaval. Adorou nossas iguarias e, principalmente, as prévias do nosso Carnaval: se fantasiou de Mulher Gato na Sala da Justiça e de Papangu de Bezerros no Eu Acho é Pouco.

Porém, como nem tudo em Olinda são flores, a global se assustou ao se deparar com o preço do loló e, segundo fontes do Bar de Peneira, chegou a dizer “Me segura senão eu caio” e, já sem a máscara, perguntou ao boyzinho: “Meu amigo, esse loló é fabricado por César Santos na Oficina do Sabor? É gourmet, é? Tem como fazer 3 por 5, não?”

População de Olinda cresceu porque Cariri não pega ‘gente feio’

O Boy do Loló, sem conhecer a artista, apenas disse: “Madame, essa parada não é minha. Tá ligada que eu tenho que prestar contas, né? Se quiser eu dou um porre do meu. Mas três por cinco? Com essa crise? Da não, vi, fia”. E foi embora mercando “Oh o sucesso! Cheirou, beijou!”

Moral da História: Em Olinda, o Sucesso tem seu preço!

Todas as notícias do 4 Cantos News são fruto da imaginação. Qualquer semelhança com a vida particular ou acontecimentos expostos à sociedade, dos que moram ou dos que frequentam este ambiente são meras coincidências. O conteúdo não reflete, necessariamente, a opinião do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.