Foi no ano de 1975 que um bloco anárquico aqui de Olinda chegou chegando e encarou um debate ainda incipiente no Brasil se comparado com os dias de hoje. O Segura a Coisa, que existe até hoje, se reconhece como o primeiro bloco canábico do Brasil e esteve conectado com um movimento mundial a favor da legalização da maconha.

Criada espontaneamente pelos foliões Aldifas Santos, Pii, Ângelo, Xirumba e mais uma galera dos Quatro Cantos, a marcha reunia uma pá de gente cabeçuda em uma época de ditadura militar para revelar um posicionamento que ia além do que uma simples brincadeira. O direito à educação, à saúde, a igualdade de gênero e o combate à homofobia foram algumas bandeiras.

Alguns anos após a fundação do bloco, o Segura a Coisa teve o hino composto por Heloísa Maria Buarque de Hollanda, irmã de Chico Buarque e mais conhecida como Miúcha, o que resultou em álbum homônimo (1982). Neste vídeo, a cantora e compositora recorda com carinho a época que viveu em Olinda e conta detalhes sobre o carnaval canábico.

Levantando fumaça

A composição do hino rendeu em disco com o mesmo nome. Foto: Acervo

Hino do Segura a Coisa (Miúcha)

Segura coisa
Que eu chego já
Eu não me seguro
Eu tenho que pular
Quero me perder
Quero me encontrar
Perto de você
Quando a loucura começar

O bumba batendo
Levantando fumaça
É o bloco cantando
Contente com a massa

Quero me perder
Quero me soltar
Perto de você
Quando a loucura me deixar

Bloco Segura a Coisa
Terça-feira (13)
⏰ 23h59
?R. de São Bento, 239 – Varadouro, Olinda