‘A corda’, que 4 dias Eu acho é pouco! Estou louca para frevar embaixo de uma Pitombeira, tomar um bate-bate com doce, até lascar o quengo do Elefante! Cadê vocês, Felinto, Pedro Salgado, Guilherme e Fenelon? Acham que eu vou ficar só na Vassourinha? Estão pensando que eu vou este ano pra lua? E por acaso não é aqui que o frevo ♫♪ entra na cabeça, depois toma o corpo e acaba no pé? ♫♪

Avia, meu povo, acorda, que já é hora de estar de pé! Levanta, que não vejo a hora de madrugar aos cacarejos do Galo mais famoso, que nos convida ao final da Madrugada! Estou prestes a formar o meu Bloco e de tanta Saudade, estou quase apanhando um Bonde, tomando a Batuta do maestro São José e botando o Pierrot pra casar com a Flor da Lira.

Diálogo imaginário para um Carnaval no Recife e em Olinda

Se eu me cansar do frevo, vou no Passo da Ema, porque eu não me envergo fácil. Eu sou mameluco, sou de Casa Forte, sou de Pernambuco, eu sou o Leão do Norte. Eu sou madeira de lei que o cupim não rói! Meu maracatu é da coroa imperial, é da casa real!

Se me apoquentarem com esta demora, eu lanço mão das minhas 7 Flechas, chamo toda a Nação Porto Rico pra pescar uma Piaba de Ouro e boto as sombrinhas na rua pros Papangus jogarem capoeira! Cuidado com as Caretas dos Caiporas, não! Vou logo avisando! E não me venham com a história de que este será o meu Último Regresso, que só me restam os Valores do Passado!

Eu sei, eu sei que ♫♪ é de fazer chorar quando o dia amanhece e obriga o frevo a acabar, que a quarta-feira é ingrata e chega tão depressa, só pra contrariar♫♪… Mas até, lá… ♫♪Eu quero entrar na folia, meu bem. E você, sabe lá o que é isso? ♫♪ Tudo aqui parece que tem feitiço.

Folclore e tradição no Carnaval de rua do Recife

Tem batalha o ano todo, uma luta incessante pelo pão de cada dia… e nesta época a gente pensa: Nóis sofre, mais nóis goza, ora Ceroulas! E né, não, é? Ei? Psiu? Tu lá do outro lado da Marins dos Caetés, depois da juba do Leão do Norte, vem pra cá, não é?

Eu tu vinha, porque…

♫♪É lindo ver o dia amanhecer,
Ouvir ao longe pastorinhas mil,
Dizendo bem, que o Recife tem,
O carnaval melhor do meu Brasil! ♫♪