Dona Vilma Uchôa é artesã há muitos anos, mais de 30. Sempre gostou de fazer bolsas. Aprendeu a fazê-las em um curso no Morro da Conceição, bairro onde mora e onde há três anos produz os artigos da marca Usyme.

“Uma amiga me chamou para um curso do Cio da Terra. Eram mulheres da comunidade que se juntavam e faziam bolsas e vendiam. Vendíamos até para fora do Brasil, para Portugal, para a Rússia. Fiquei dois anos nesse grupo”, lembra.

Dona Vilma costura as bolsas em uma oficina nos fundos da casa onde mora. Foto: Maria Carolina Santos/PorAqui

Depois de trabalhar como cabeleireira e na Prefeitura do Recife, decidiu voltar para as bolsas. O nome era Uchôa Criações, até que um amigo dela fez um curso de empreendedorismo no Senac e, durante as aulas, criou e desenvolveu a marca Usyme. “Ele precisava ter produtos para testar e vender. Aí depois que acabou o curso, ele me deu a marca de presente”, conta Vilma. “A ideia dele foi boa e as bolsas foram bem vendidas”.

Do Morro da Conceição para o mundo: atriz Mohana Uchôa estreia no cinema

No carnaval, as pochetes coloridas e brilhantes fizeram sucesso. A filha de Vilma, a atriz Mohana Uchôa, também ajudou a pensar e fazer brincos que continuam à venda pela Usyme.

Os modelos de bolsas variam de ecobags até mochilas e carteiras. São feitas de tricoline, couro e até com materiais reciclados, como lonas de caminhões. Os preços variam de R$ 30 a R$ 80.

No começo, as vendas eram feitas para amigos e pela internet. Há um ano, os produtos da Usyme estão sendo vendidos também na loja colaborativa Espaço Ventos, em Casa Forte (Estrada do Encanamento, 675).

As pochetes coloridas da marca fazem sucesso. Foto: Divulgação

Produtos à venda no Espaço Ventos
Estrada do Encanamento, 675, Casa Forte
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 10h às 18h. Sábado, de 10h às 14h