Faltam muito dias ainda para o carnaval (mais de 180, ouvi dizer), mas quem brinca a sério sabe que já é hora de ir se preparando. Se você não sabe nenhum instrumento, mas tem vontade de tocar no carnaval, ainda dá tempo de aprender um pouco de percussão e sair no cortejo de um dos maracatus mais respeitados e premiados de Pernambuco.

LEIA TAMBÉM
Alto José do Pinho recebe jardim móvel e encerra polêmica no bairro

Todos os sábados, até o carnaval, a partir das 16h, a sede do Maracatu Nação Estrela Brilhante do Recife recebe homens, mulheres e crianças para oficinas de percussão. “Pode participar quem já sabe ou quem não sabe nada. O intuito é que aprendam e toquem no carnaval”, conta Ilaísa Camarotti, produtora do maracatu.

Ao contrário de muitos grupos do Grande Recife, as oficinas no Estrela Brilhante são gratuitas. E não é preciso nem levar o instrumento, já que tem bastante instrumentos de percussão no local, como agbê, caixa, alfaia, gongue, maracá, entre outros. Também não é necessário levar baquetas, mas quem tiver, pode levá-las.

Apelidada de Trovão Azul – as cores do maracatu são azul e branco – a percussão do Nação é liderada pelo Mestre Fabinho, que ministra as oficinas.

Maracatu foi fundado em 1906. Foto: Divulgação

História

Fundado há 112 anos, por Cosme Damião Tavares, o Maracatu Nação Estrela Brilhante do Recife (não confundir com o de Igarassu, ainda mais antigo) é originalmente do bairro de Campo Grande. Em 1995 se mudou para o Alto José do Pinho, levado pela rainha do maracatu Marivalda Maria dos Santos.

Tradicionalmente, o Nação se apresenta pelo menos duas vezes no carnaval do Recife: no concurso de agremiações e na Noite dos Tambores Silenciosas. Geralmente também se apresenta em polos de bairros e no Recife Antigo.

Oficina de percussão
Sede do Maracatu Nação Estrela Brilhante do Recife
? Rua Tuina 15, Alto José do Pinho, Recife-PE. (perto da escadaria da Rua 21)
? Sábados, às 16h
Atividade gratuita