O Muhne (Museu do Homem do Nordeste) terá uma programação toda especial dedicada ao público infantil e jovem neste domingo (19), a partir das 10h. Haverá a estreia do filme Jonas e o Circo Sem Lona e uma oficina de origamis, dentro do projeto Domingo dos pequenos. Tudo gratuito.

(foto: Divulgação/Jonas e o circo sem lona)

Haverá mediação nos espaços expositivos, atividade no jardim e exibição do filme. No mês de luta pelos direitos das mulheres, a programação conta ainda com a oficina de confecção de origamis, móbiles e carimbos com Brenda Bazante.

Pensando a sustentabilidade e a transdisciplinaridade, a artista vai usar vários materiais para a confecção dos objetos: “Vamos utilizar galhos de árvore para a confecção dos móbiles e papeis de diversas procedências, conectando as técnicas de origami com os conceitos da geometria”, diz Brenda. 

Após a atividade, os participantes vão expor o resultado da oficina no jardim do Museu. A oficina começa às 10h.

Já o filme documentário de Paula Gomes conta a história de Jonas, que aos 13 anos de idade, é filho e neto de artistas de circo. O garoto tem seu próprio circo improvisado, frequentado pelos moradores do pobre bairro onde vive, na Bahia. 

É ele quem coordena os números, prepara os figurinos, a música e controla os ingressos. Jonas pretende abandonar a escola para se juntar ao tio e viver num circo itinerante, mas a mãe prefere que ele permaneça na escola. No meio desta briga, ele descobre as dificuldades da vida adulta. Horário do filme: 10h30.

Além da oficina e da exibição do filme, os participantes também poderão participar de visita mediada com a equipe de educadores na exposição de longa duração do Muhne. 

Entre as novidades da reabertura, o Museu foi pintado em novas cores e foram inseridos novos objetos na exposição, como a máquina de algodão doce, um carrinho de café, uma máquina de amolar faca e obras de Jonathas de Andrade e Aloísio Magalhães. 

Expo
Na ocasião, também ocorrerá a exposição GALHOS, da artista e oficineira Brenda Bazante. Serão expostas uma série de esculturas móveis, feitas com galhos e dobraduras de papeis variados. Inspirada em trabalhos de artistas como Alexander Calder, Anthony Howe e David Roy, Brenda trabalha o hibridismo de suportes e técnicas na confecção desta série. 

São obras que mesclam a organicidade e rusticidade da madeira com a leveza dos papeis, ao mesmo tempo em denunciam as podas irregulares que ocorrem na cidade, uma vez que muitos dos galhos utilizados são procedentes destes processos.
 

(foto: Divulgação/Muhne)

Atividade dedicada ao público de jovens e crianças, o Domingo no Museu fica no Museu do Homem do Nordeste, na Avenida 17 de Agosto, 2187, Casa Forte. Mais informações: 3073-6340.


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android iOS

Sugestões e colaborações: casaforte@poraqui.news