Consolidado como um dos principais festivais deste segmento no país, o Animage – Festival Internacional de Animação de Pernambuco chega a sua oitava edição a partir desta sexta-feira (24), com uma programação distribuída entre a Caixa Cultural, o Cinema São Luiz e o Jump – Apolo 235, ambos no Centro do Recife, e também no Cinema do Museu, em Casa Forte e no Teatro Bianor Mendonça Monteiro, em Camaragibe.

Este ano, o festival marca o ciclo de celebração dos 100 anos de animação do Brasil e exibe, até o dia 3 de dezembro, um total de 112 filmes, entre longas e curtas.

A programação tem início nesta sexta (24) com a Mostra Especial Jean-François Laguion, uma homenagem ao consagrado realizador francês, um dos mestres da animação no seu país, premiado em Cannes.

Será exibido, na Caixa Cultural Recife, uma trilogia com seus longas: L’île de Black Mór (2003), Le Tableau (2011) e  Louise en Hiver (2016), este inédito no Brasil. A entrada é gratuita.

A programação diversificada, que pode ser conferida aqui, abriga criações visuais de realizadores das mais diferentes culturas e oferece uma seleção acurada da atual animação mundial, incluindo Mostra Competitiva (adulto e infantil), Mostras e Sessões Especiais com exibição de longas e curtas, mostras temáticas, como a Mostra Erótica e Mostra Especial Angeli, The Killer, além de oficinas, masterclass e debate.

Destaques

Os longas-metragens deste ano, todos exibidos no Recife pela primeira vez, representam experimentos mais aprofundados de entretenimento e reflexão, além de cada produção trazer uma estética própria na técnica de animação.

Destaque para o autobiográfico Torrey Pines, do diretor americano trans, Clyde Petersen. Baseado em uma história real, de quando Clyde ainda era uma menina, levada pela mãe que sofre de esquizofrenia, para cruzar o país em uma aventura alucinante. A sessão de abertura acontece no Cinema São Luiz, na terça-feira (28).

Polêmicos e preocupados com mazelas morais, filmes como o iraniano Teerã Tabu, dirigido por Ali Soozandeh, e o chinês Tenha um Bom Diade Liu Jian, chegam ao Animage depois da passagem por prestigiados festivais e proibidos de serem exibidos em seus países de origem, devido a restrições políticas. Ambos deixarão o público atualizado com o que há de mais instigante na produção mundial.

Também merece destaque o filme infantil franco-suíço Minha Vida de Abobrinha, do diretor Claude Barras, de temática realista e sensível sobre abandono, indicado ao Oscar deste ano.

 

 

O compromisso do Animage também é com o meio ambiente, que novamente repete a ação de distribuição de sementes de árvores da Mata Atlântica para o público.

Ingressos

Apenas as sessões no Cine São Luiz e Cinema do Museu tem preço único promocional, no valor de meia para todos: R$ 5,00. Todo o restante da programação é gratuita. Os ingressos (pagos ou gratuitos) são disponibilizados 1 hora antes de cada sessão, no local da exibição.

?Caixa Cultural
?Av. Alfredo Lisboa, 505 – Bairro do Recife
☎Telefone: (81) 3425-1915

?Cine São Luiz
?R. da Aurora, 175 – Boa Vista, Recife
☎Telefone: (81) 3184-3157

?Cinema do Museu
?Av. Dezessete de Agosto, 2187 – Casa Forte, Recife
☎Telefone: (81) 3073-6272

?Jump – Apolo 235
?Rua do Apolo, 235 – Recife Antigo
☎Telefone: (81) 3419-8100

?Teatro Bianor Mendonça Monteiro
?Av. Dr. Pierre Collier – Vila da Fábrica, Camaragibe