Nesta quarta (24) e quinta (25), a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) promove, em parceria com os Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros (Neab) das Universidades Federal de Pernambuco (UFPE) e Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), o I Colóquio de História da África Atlântica e Educação.

Com o objetivo de resgatar a importância da cultura africana na formação humana, social e cultural dos brasileiros, o evento irá reunir pesquisadores de diferentes períodos da História da África para discutir pesquisas recentemente realizadas sobre o continente, perpassando temas como a História da África contemporânea e o ensino da História da África.

Mesas-redondas, fóruns, exibição de vídeos e a estreia do documentário Trocas Atlânticas: reescrevendo histórias, da Massangana Multimídia, fazem parte da programação, que acontece em horário integral na Fundaj Casa Forte (Sala Calouste Gulbenkian), ao lado do Museu do Homem do Nordeste (Muhne), e no Centro de Educação da UFPE (Auditório Carlos Maciel). As inscrições, gratuitas, ocorrerão no local do evento. As vagas são limitadas.

Também haverá o lançamento de livros pelos professores Dayse Moura e Elio Flores e da publicação Nem preto, nem branco: uma vida atípica, autobiografia do jornalista beninense Ange Miguel, título promovido pela Editora Massangana e UFRPE. Na ocasião, ainda haverá apresentação cultural do grupo Voz Nagô.

O colóquio faz parte do projeto Trocas Atlânticas, do Programa Educação e Relações Étnico-Raciais da Fundaj. Confira a programação completa:

Quarta-feira 24.05

Sala Calouste Gulbenkian – Fundação Joaquim Nabuco (Casa Forte)

8h30 – Credenciamento

9h – Abertura

9h30 – Conferência de Abertura: A Nossa África Negra, um passado Reconquistado

Mario Maestri Filho – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

10h30 – Coffee break

11h – Lançamento do documentário: Trocas Atlânticas: reescrevendo Histórias

14h30 – Mesa-Redonda: História da África Contemporânea

Artemisa Odila – Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB)

Ricardino Teixeira – Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB)

José Bento Rosa da Silva – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Coordenação: Cibele Barbosa – Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj)

16h – Coffee Break

16h30 – Mesa-Redonda: Experiências pedagógicas de/sobre ensino de História de África

Zezito Araújo – Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Carmem Dolores Alves – Fórum Municipal de Educação do Recife

Comentador: Wellington Barbosa da Silva – Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Coordenação: José Nilton de Almeida – Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

18h – Exibição do documentário: Babá Paulo Braz – Conexão Ifê

Quinta-feira 25.05

Auditório Carlos Maciel – Centro de Educação (UFPE)

8h30 – Mesa-Redonda: História da África e Educação

Luiza Nascimento dos Reis – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Elio Chaves Flores – Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Arnaldo Sucuma – Associação Força Guiné

Coordenação: Dayse Moura – Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UFPE

11h30 – Lançamentos de livros dos professores Dayse Moura e Elio Flores

Sala Calouste Gulbenkian – Fundação Joaquim Nabuco (Casa Forte)

Comemoração do Dia da África

15h – Lançamento do Livro: Nem Preto, Nem Branco: uma vida atípica

Autobiografia de Ange de Miguel do Sacramento

Editoras Massangana/Fundaj e Universidade Federal Rural de Pernambuco

15h40 – Apresentação cultural do Grupo Voz Nagô

16h – Conferência de Encerramento: África e Brasil: duas faces de uma História Atlântica

Luiz Felipe de Alencastro – Professor emérito da Sorbonne e professor da Fundação Getúlio Vargas

17h – Coquetel de encerramento