Espalhados em duplas por pontos estratégicos de Casa Forte, um grupo de pelo menos seis pessoas vem pedindo intervenção militar nas ruas do nosso bairro. Com faixas, cada dupla fica posicionada num ponto do bairro, segurando a sua, ao longo da semana, em frente ao CPOR e outros pontos da Av. 17 de agosto.

Entre os pedidos, estão frases como "Ativar o artigo 142 da Constituição Federal" e "Socorro às Forças Armadas". A maioria dos brasileiros é contra uma intervenção militar, segundo o Instituto Paraná de Pesquisas. Dos 2.016 entrevistados, 59,2% rejeitaram a medida, enquanto outros 35,1% disseram ser a favor e 5,7% não sabiam ou não quiseram responder.

O pedido de intervenção militar é considerado crime, de acordo com a Constituição Federal, cujo artigo 5º (inciso XLIV) diz que constitui crime inafiançável e imprescritível a ação de grupos armados, civis ou militares contra a ordem constitucional e o Estado Democrático de Direito.

Com informações do JC Online


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Baixe agora o app gratuito e cadastre-se: Android iOS

Sugestões e colaborações: casaforte@poraqui.news