No meio da folia, você escuta um frevo rasgado, mas a melodia te transporta para as festas da Non Stop. Opa! Tem alguma coisa (maravilhosamente) estranha aí. Grandes chances de ser alguma das invenções de Lee Pesaka, DJ-personagem criado pelo produtor musical William Paiva, morador de Parnamirim. No ano passado, ele rearranjou diversos sucessos da música pop internacional ao ritmo do frevo e jogou na internet.

William conta que as músicas do projeto Lee Pesaka – pseudônimo inventado para não se confundir com o trabalho musical do produtor – já receberam uma média de 320 cliques por hora desde que foram lançadas, há dois anos. No primeiro ano, em 2016, foram sucessos do frevo com a voz feminina do Google Translate. Apesar de estar sem atualizações, as músicas postadas no Soundcloud voltaram a ser tocadas nas prévias deste carnaval.

“O projeto está parado, mas não acabou. O que acabaram foram os recursos: tempo para fazer isso, que apesar de ser uma coisa que faço com muita agilidade, exige certa dedicação”, diz o produtor.

Outro empecilho é a dificuldade para encontrar os tracks (partes) separados das músicas. “Talvez eu não tenha procurado muito, mas as músicas do projeto não são feitas com os fonogramas lançados, são feitas com os tracks. Então, por exemplo, tem uma música do David Bowie e o pessoal separava e publicava na internet a bateria sozinha, as guitarras sozinhas, baixo, vozes…isso facilita muito porque eu escolho o que quero do arranjo original e depois eu misturo com coisas do frevo. Está mais difícil de achar essas coisas dos clássicos da música pop”, conta.

Em tempo: vale salientar que William Paiva afirma categoricamente que não é o DJ Cremoso, o misterioso personagem que faz versões de clássicos pop com a malemolência do brega.