Comprar orgânicos em Casa Forte, na Zona Norte do Recife, está cada vez mais fácil. Além das tradicionais feiras que acontecem semanalmente no bairro, sem falar da mais recente iniciativa da escola Jardim Alecrim, outra opção facilitou ainda mais o consumo de alimentos sem agrotóxicos.

Quem for ao Parque Santana nas sextas-feiras poderá comprar legumes, frutas, hortaliças, raízes e ovos de capoeira diretamente com o produtores Fernando Amâncio (que também vende na feira de orgânicos do Ibama) e Luís Fernando, mais conhecido como Luquinha. Eles ficam lá das 6h às 10h.

Os feirantes fazem parte da Associação dos Produtores Rurais de Palmeira, em Glória de Goitá, que reúne 40 famílias de agricultores agroecológicos certificados pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento como OCS (Organização de Controle Social), ou seja, eles têm autorização para vender diretamente ao consumidor.

A associação também tem parceria com outras entidades como o TRT, Prefeitura do Recife, Associação dos Moradores do Cavoco, TRE (na Agamenon e no Forte das Cinco Pontas), Grande Recife e Shopping Center Recife.

“Vamos começar com duas barracas em frente ao Parque Santana pra ver se dá certo, mas a expectativa é aumentar a quantidade”, explica o coordenador da feira, Olavo Silva Pedroso, que é técnico em Agroecologia da Associação dos Produtores Rurais de Palmeira.

De acordo com ele, se tudo der certo, a ideia é agregar também uma barraca com pães, tortas, biscoitos, tudo integral.