Numa praça com cara de jardim, sob antigas árvores e casarões, a Feira Livre do Poço é um evento diferenciado no bairro e ainda tem três edições garantidas pelo Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura) em 2017:  8 de janeiro, 5 de fevereiro e 5 de março. Mas o evento deu tão certo que a ideia é continuar no próximo ano, de forma independente, com outra pegada, a partir de abril. 

Segundo Cecilia Montenegro, designer de formação, culinarista por amor e organizadora da feira, a aposta é funcionar nos formatos colaborativos das feiras que acontecem ao redor de todo o mundo, dando oportunidade aos que topem a ginga de passar o chapéu, tendência que só faz crescer por aí.

Os atrativos são muitos: música ao vivo, comidas exóticas, vegetarianas, veganas, típicas regionais, culinária ao vivo, artistas plásticos, pintores, artistas de rua e oficinas para crianças. 

(foto: Diogo Montenegro)

Cecilia, que mora no Poço da Panela desde os 8 anos de idade, sempre alimentou uma paixão por feiras. Amante também do bairro, ela resolveu tirar uma antiga ideia do papel. Conseguiu, junto ao governo do Estado, recursos para a realização de 12 edições, sempre nos primeiros domingos de cada mês.

(foto: Diogo Montenegro)

A maioria dos participantes é pessoas da comunidade e que moram no bairro, na intenção de capacitar e empoderar as pessoas. Mas o evento também é aberto a outras comunidades que queiram agregar, basta se cadastrar e ser aprovado. 

Conheça a feira pelas lentes do Recife na Lata:


O PorAqui é a sua fonte de informação e publicação. Aqui você encontra estações de conteúdo hiperlocalizado e colaborativo. 

O jornal de bairro evoluiu! Baixe agora o app gratuito e cadastre-se:                    
Android:  bit.ly/poraqui-android
iOS: bit.ly/poraqui-ios

Sugestões e colaborações: casaforte@poraqui.news