Fora do período carnavalesco, quando o Bloco do Jabuti e os/as Coroas de Aço Inox movimentam o local, o Bar do Jabuti é daqueles lugares onde fregueses e trabalhadores se confundem. Na sombra da mangueira, é possível tomar uma cerveja e comer uma costeleta de porco como se estivesse no quintal de casa.

O nome do local veio do apelido de infância de Alexandre Mesquita de Melo. Ele não sabe precisar quando assumiu o bar, que inicialmente era tocado pela sua irmã (Nina). Foi ela quem ensinou à esposa de Jabuti, Luzinete Maria da Conceição, a maioria das receitas que fazem sucesso até hoje no bar.

Bar do Dragão, na Encruzilhada, surpreende com bons petiscos e sinuca

Bisteca de porco sai por R$ 20 (Foto: Eduardo Amorim/PorAqui)

Além da tradicional bisteca de porco, o cardápio do Bar do Jabuti tem galinha de cabidela, sarapatel, arrumadinho, batata frita e outros pratos sempre com sabor caseiro. Durante a visita do PorAqui, uma cliente antiga chegou a garantir que se alguém tiver um desejo pode encomendar o que quiser para Dona Luzinete: “eu já pedi agulha frita e é uma delícia”, disse, garantindo que o pessoal do bar foi no mercado comprar o peixe nesse dia.

Bar do Jabuti
Rua Dona Maria Luiza Guerra, 121, Hipódromo
Fone: (81) 3242-7807