Muita gente acha que o Mercado da Encruzilhada foi inaugurado em 1950, pelo então governador de Pernambuco Barbosa Lima Sobrinho. No entanto, o centro comercial já funcionava, mesmo que no improviso, pelo menos desde 1924, segundo a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

VEJA TAMBÉM:
As melhores dicas do Mercado da Encruzilhada por um amante do local

As obras do Mercado da Encruzilhada foram iniciadas em março de 1924, sendo o primeiro prédio inaugurado em 18 de outubro do mesmo ano, pelo então governador de Pernambuco Sérgio Loreto.

Na época, o projeto também contemplava o ajardinamento do largo em frente ao mercado e um pavilhão para a realização de retretas (concerto popular de uma banda de música em praça pública), com arborização e calçamento.

Mercado está novamente em reforma em 2017 (Foto: Ricardo Labastier/JCImagem)

Na década de 50, o Mercado da Encruzilhada foi reinaugurado e, durante algum tempo, foi considerado modelo de obra arquitetônica do gênero no Brasil. Técnicos de todo o Brasil participaram da festa no dia 9 de dezembro de 1950, quando acontecia no Recife a Semana do Engenheiro.

Os 156 compartimentos iniciais, arejados e bem iluminados, foram demarcados com placas explicativas segundo os gêneros de comércio – para facilitar a vida dos compradores. De cada lado do mercado, ergueram-se dois restaurantes e dois bares.

Hoje o espaço passa por uma série de reformas e deve ser reinaugurado mais uma vez em breve. No entanto, todas as lojas, bancas e as duas praças de alimentação continuam funcionando, com clássicos como o bolinho de bacalhau do Bragantino.

A clientela habitual vem ganhando novos simpatizantes com a chegada de empresas como a Reciclo Bikes.

Diversificados são também os produtos comercializados nos atuais 214 boxes do mercado: frutas, verduras, cereais, tecidos, miudezas em geral, artesanato, frios, carnes e aves.

Mercado da Encruzilhada
Rua Dr. José Maria, Encruzilhada
Segunda a sábado, das 6h às 18h
Domingo, das 6h às 12h