Sabe aquela velha mala que você tem em casa, mas que acabou deixando de lado porque não fecha mais? Ou aquele sapato que você gostava tanto, mas que perdeu a cor e a sola ainda se desprendeu? Pois então, a Encruzilhada é o bairro perfeito para se consertar aquelas pequenas coisas que ainda têm tanto valor, mesmo que sentimental.

Você conhece alguém que presta serviço na Encruzilhada e merecia estar nessa lista? Deixe suas dicas nos comentários abaixo ou envie pelo e-mail colabore@poraqui.news

Pra começar, nada melhor do que um lugar onde tudo se pode dar um jeito, desde aquele liquidificador que não funciona até aquela panela que quebrou o cabo.

O Mundo das Panelas fica na Avenida João de Barros, ao lado do Bradesco, numa sala do primeiro andar do prédio de número 1911. Por lá, seu Luiz Barbosa, que está no mesmo ponto desde o distante ano de 1985, conserta, além de liquidificadores e panelas, fogões e ventiladores. Os preços são camaradas e irão variar de R$ 5, que você irá pagar por uma borracha nova da panela de pressão, até R$ 40, para ele ver por que seu fogão não está mais acendendo.

Foto: Júlio Rebelo

Ali pertinho, no Mercado da Encruzilhada, você pode dar um jeito naquele jeans novo, mas que ficou folgado na cintura. Por esse serviço R$ 15 já resolve, no box de Maria Costureira. Há cerca de vinte anos no local, ela já é conhecida na região, e aquela bainha que você precisa fazer para a calça nova ficar perfeita vai sair por apenas R$ 13.

Ah, vale lembrar que nos períodos festivos como Carnaval e São João, Dona Maria também te fantasia de Frida Kahlo e matuto da roça, por um preço justo.

Foto: Júlio Rebelo

Mas se o seu problema não for roupa, e, sim, sapatos, ali pertinho de Dona Maria estão os irmãos Fábio e Fernando Silva. O box que eles trabalham foi herdado do avô, que já funcionava no local há mais de 50 anos, e, portanto, têm experiência de sobra.

Os preços também variam de acordo com o serviço, como R$ 5, para colar a sola daquele tênis guerreiro do dia a dia, até R$ 100, pra deixar aquela mala tão companheira de viagens como no dia em que saiu da loja (eles consertam além de sapatos, malas, bolsas e cadeiras de praia).

Foto: Júlio Rebelo

E aquele relógio de parede, bem retrô, que você achou numa clássica loja de antiguidades e que não marca mais as horas? Seu Fonseca é o cara dos relógios! Fica ali no Largo da Encruzilhada, n. 53, ao lado da farmácia Big Ben.

O senhor simpático de 83 anos garante que sabe consertar desde os relógios de ponteiro até os digitais. E tudo por um preço honesto, que vai depender, claro, do defeito que o seu velho companheiro de todas as horas estiver apresentando.

Mundo das Panelas
Avenida João de Barros (ao lado do Bradesco), Nº 1911 (1º Andar)
Seg-sexta, das 8h às 17h. Sábados, das 8h às 12h.
Fone: (81) 9.9142-3659 ou (81) 9.8617-9060.

Maria Costureira
Mercado da Encruzilhada
Seg-sexta, das 7h às 17h. Sábados, das 7h às 14h. Domingos, das 7h às 11h
Fone: (81) 9.8443-7375 ou (81) 9.9685-9898.

Sapataria (Fábio e Fernando Silva)
Mercado da Encruzilhada
Seg-sexta, das 7h às 18h. Sábados, das 7h às 16h, e aos domingos, das 8h às 11h30.
Fone: (81) 9.9465-6844.

Seu Fonseca (relojoeiro)
Largo da Encruzilhada, n. 53, ao lado da farmácia Big Ben
Seg-sexta, das 7h30 às 16h30. Sábados, das 7h30 às 14h
Fone: (81) 9.8608-0938 ou 9.8600-9145

Vídeo: Asa Amiga Filmes