A memorabilia de uma cidade do Agreste de Pernambuco através da expressão de 16 artistas. Muito mais do que (RE)construir a identidade de Garanhuns com imagens de cartão postal ou cenários históricos, a exposição Afluências – narrativas visuais de Garanhuns reúne a diversidade de universos que estão ao alcance dos olhos e da sensibilidade dos nascidos nesta terra.

Em cartaz na Galeria de Artes Ronaldo White, no SESC de Garanhuns, durante todo o FIG, Afluências traz obras de 16 artistas visuais naturais de Garanhuns. Diferentes gerações – desde nomes consagrados até os mais jovens – estão representadas nas obras.

Confira AQUI a programação completa do FIG 2018.

(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)
(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

Utilizando-se dos mais diversos suportes – pinturas a óleo, desenhos com nanquim, instalações, audiovisual, madeira, etc – Afluências é, sim, uma convergência de narrativas singulares, sejam elas afetivas, estéticas ou sociais, que desembocam em um mosaico de olhares e possibilidades visuais de dizer seu lugar e seu tempo.

Jairo Arcoverde, Daniel Santiago, Clóvis Teodorico, Sérgio Lemos, José Godoy, Mestre Frida, Marcos Siqueira, José Veríssimo, Serginho, Marcela Camelo, Felipe Corrêa, Ismael Caldas, Sapo Lendário, Fernanda Rezel, Renata Romão e Amanda Pietra são os artistas na exposição.

(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)
(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

A curadoria de Afluências é de Clarissa Diniz e Valkíria Dias. “Esse recorte, essa linha curatorial, teve como viés mostrar que o artista sempre vai estar falando da sua cidade, de uma forma mais como um espelho identitário, com narrativas que trazem questões universais, humanas, e que estão aí latentes”, disse Valkíria.

Neste domingo (22), às 17h, os 16 artistas e as duas curadoras estarão presentes na Galeria para conversar sobre a exposição e suas obras. Logo após, um deles, Clóvis Teodorico, fará uma performance exclusiva, cuja criação se dará naquele momento e passará a integrar, também, as infindáveis possibilidades de registro artístico do mundo que nos cerca, a partir de um olhar tão local quanto universal.

(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)
(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

👉 Acesse nosso canal do FIG 2018, com diversificados conteúdos diretamente de Garanhuns.

👉 Baixe também o app gratuito do PorAqui e siga o canal FIG 2018: iOS e Android.