Quando se vai num cafezinho gourmet, a dúvida que sempre bate é em relação aos mil métodos de extração de café filtrado existentes nos cardápios. Muita gente deixa de se aventurar nos diferentes sabores dos grãos por não entender qual o sabor esperar.

Pra você sair do espresso de sempre, o Café na Cidade começa esta semana a série Cafés do Mundo.

A ideia é falar um pouco sobre os métodos variados de extração de café (e olha, existem muuitos) e indicar em quais locais é possível encontrá-los aqui pelo Recife.

Antes de tudo, entenda que a extração é a forma que o café é coado até chegar na sua xícara. Tudo depende do tipo e quantidade do pó, do tipo de filtragem e da quantidade de água que será utilizada. ?

Manu Tenório Café: um refúgio aberto às segundas em Boa Viagem

Hario V60

(Foto: reprodução)

Começando nossa série, vou falar um pouco sobre um dos métodos mais tradicionais encontrados nos cafés gourmet da cidade: o Hario V60.

Esse método veio de longe. Nascido no Japão, o Hario v60 é um dos responsáveis pela retomada dos cafés filtrados. Durante muitos anos, o espresso dominou completamente as cafeterias.

Harina Café: conversa (sem wi-fi) e cafezinho em Boa Viagem

A técnica é bem simples e não exige grandes conhecimentos baristas para executá-la. Para uma xícara, são necessários 28g de café em grão (preferência 12-36 horas pós-torra) e água filtrada (a 90-95°C), além, é claro, do Hario v60, o coador especial feito em cerâmica ou vidro que mantém a água com temperatura elevada durante mais tempo.

O formato de cone e as linhas desenhadas em espiral facilitam o fluxo da água até a xícara, resultando em uma bebida mais uniforme, limpa e sem resíduos. O ideal são os cafés 100% Arábica e com certificação de Café Gourmet.

CoffeeTown: pedacinho de Nova York no Shopping Recife

Kaffe Treinamento e Torrefação

O Kaffe é referência no que diz respeito à arte barista na cidade. Inaugurado há quase um ano, o local fica localizado na Avenida Conselheiro Aguiar, em Boa Viagem. Por lá, é possível experimentar o café coado no Hario v60 (R$ 8). Uma sugestão é pedir de acompanhamento o cinnamon roll (R$ 6), que é um rolinho de canela com glacê. ?

Kaffe Torrefação e Treinamento 
? Avenida Conselheiro Aguiar, 2178
☎ (81) 99525-5170
⏰ de segunda à sexta, das 13h às 20h | sábado e domingo, das 14h às 20h
@kaffe.tt

Borsoi Café Clube

Também localizado em Boa Viagem, o Borsoi é outro café que oferece cursos de formação na área. Com uma carta variada de cafés filtrados, a casa oferece o Hario V60 a R$ 9. A dica de harmonização são os minipães de queijo fit (R$ 7).

Lá no Borsoi também dá pra comprar o filtro, se você quiser praticar a arte do café em casa. O Hario v60 de acrílico custa R$ 60 e o de vidro temperado, R$ 188. Há também o kit completo, com o coador, 100 filtros de papel e jarra de vidro por R$ 165.

Borsoi Café Clube
? Condomínio Edifício California, R. Artur Muniz, 82, Boa Viagem, Recife – PE
☎ (081) 3071-6834
⏰ Terça a sexta, das 9h às 22h | Sábado e domingo, das 8h às 22h
@borsoicafeclube

Malakoff Café

Foto: Suzana Souza/PorAqui

No coração do Recife Antigo, está uma das unidades do Malakoff Café, dentro do Paço do Frevo. Por lá você não acha o filtro pra comprar, mas dá pra provar o café da casa filtrado no Hario V60 por R$ 8,90. Uma boa pedida pra acompanhar é uma das tapiocas do local (vários sabores), a partir de R$ 4,50. O Malakoff Café também unidades no bairro do Prado e na Jaqueira.

Malakoff Café
? Praça do Arsenal da Marinha, s.n., Paço do Frevo
☎  (081) 3128-0113
⏰ de terça à sexta, das 9h às 17h | sábado e domingo, das 14h às 18h
@malakoffcafe

 

Por Suzana Souza do Café na Cidade

Suzana é estudante de jornalismo pela UFPE e estagiária do PorAqui. Moradora de Setúbal (quase) sua vida toda, Suzana não nasceu no Recife, mas é 100% pernambucana. Tem uma estante de livros dividida por cores em um quarto amontoado de coisa e sonha em um dia, bem lá na frente, ser dona de um cafezinho no Centro do Recife. É também mãe de uma gatinea chamada Mila e uma catiorinea chamada Sofia. Ah! Suzana também é doida por comidinhas (taurina, né?), lugares bonitinhos e por falar tudo no diminutivo.

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.